Deputado federal Fábio Souto declara que o Brasil precisa de reforma tributária e cidadãos já pagaram R$ 500 bi em impostos este ano

Jornal Grande Bahia compromisso em informar.
Jornal Grande Bahia compromisso em informar.

Os brasileiros já pagaram R$ 500 bilhões em impostos federais, estaduais e municipais este ano. A marca foi atingida na quarta-feira, 2 de junho de 2010, e registrada pelo impostrômetro instalado na cidade de São Paulo. Para o deputado federal Fábio Souto (DEM/BA), o Brasil precisa urgentemente de uma reforma tributária que desonere os cidadãos, principalmente a classe mais pobre, a mais afetada pelos tributos.

A carga tributária brasileira, que já é muito alta, aumenta a cada ano. Em 2008 e 2009, o mesmo valor foi alcançado no fim do mês de junho. A previsão da Associação Comercial de São Paulo (ACSP) é de um novo recorde para 2010: R$ 1,2 trilhão em impostos.

“Nós pagamos os impostos mais pesados de todo o mundo. É uma carga tributária semelhante à de países europeus ricos, mas muitas vezes com serviços de nações africanas pobres. Além de uma reforma tributária, com redução considerável dos tributos, precisamos de uma aplicação melhor desses recursos. É dessa forma que vamos construir um país mais promissor e mais justo”, ressaltou Souto. Ele afirmou ainda que a população deve cobrar a política de desoneração dos candidatos à presidente do Brasil.

Trabalhar para pagar impostos

Estudo divulgado pelo Instituto Brasileiro de Planejamento Tributário (IBPT) revelou que os brasileiros trabalharam de 1º de janeiro a 28 de maio deste ano apenas para pagar impostos. Segundo o levantamento, mais de 40% do rendimento bruto dos contribuintes é retido para o pagamento de obrigações tributárias com os fiscos federal, estaduais e municipais. Ainda de acordo com a pesquisa, nos dias de hoje, os cidadãos trabalham quase o dobro do que trabalhavam na década de 1970 para pagar impostos.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 111058 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]