Mata de São João: Cesar Oliver vai expor ‘Raízes’ no Castelo Garcia D’Ávila, em Praia do Forte

Vista do Castelo Garcia D'Ávila, em Praia do Forte, Mata de São João.
Vista do Castelo Garcia D'Ávila, em Praia do Forte, Mata de São João.
Vista do Castelo Garcia D'Ávila, em Praia do Forte, Mata de São João.
Vista do Castelo Garcia D’Ávila, em Praia do Forte, Mata de São João.

Esculturas feitas a partir de raízes e troncos de árvores e pinturas em alto relevo sobre telas de madeira vão compor a exposição “Raízes”, que o artista plástico Cesar Oliver abre no próximo dia 26 de Junho de 2010, no Castelo Garcia D’Ávila, em Praia do Forte. A exposição, a terceira individual do artista, poderá ser conferida até dia 26 de Julho, das 9 às 17:30 hors (horário de visitação do Castelo).

As principais matérias primas utilizadas na arte produzida por Cesar são retiradas do coqueiro e de árvores nativas da região de Diogo, no litoral Norte, onde o artista reside atualmente. São as concas, fibras, troncos e raízes que após cumprirem seu papel no ciclo vegetal são descartados naturalmente. No seu processo artístico, Cesar recria esses elementos naturais dando uma nova vida a elementos já descartados pela natureza para produzir obras com uma perspectiva tridimensional. O artista utiliza formas e texturas com sabedoria e originalidade para compor sua arte. É uma forma de arte que propõe um olhar-tátil.

“O uso sustentável dos recursos naturais disponíveis no meio ambiente tem que ser encarado como forma de progresso”, declara o artista, que produz arte a partir da natureza e em perfeita comunhão com ela. As madeiras utilizadas nas esculturas são garimpadas de árvores tombadas, derrubadas por tempestades, raízes enterradas por longos tempos e destocadas de terrenos recém comprados, restos de fogueiras, madeiras de demolição, madeiras certificadas legalmente e grandes achados.

A exposição Raízes deve contar com cerca de 50 obras, dentre esculturas, pinturas e peças de ambientação produzidas com madeira.

A Arte da Cura

É no povoado de Diogo que Cesar, ex-executivo acostumado a viver sob pressão e stress, busca paz de espírito e inspiração – através do contato com a natureza – para exercer a sua arte. Artista autodidata, Cesar Oliver, 53 anos, descobriu a arte há 10 anos durante um processo de retiro espiritual em busca da cura. Ao ser acometido por uma cegueira traumática, Cesar precisou rever seus conceitos e isso fez com que ele se aproximasse da natureza. Foi desse contato com a natureza que veio a cura. Cesar passou a manusear elementos já descartados pela natureza – raízes, pedaços de madeira, fibras de coco – dando cores, formas e textura.

Da mudança radical no seu estilo de vida nasceu um artista. Cesar revolucionou seus conceitos, abandonou o olhar restrito e condicionado do cidadão cosmopolita ligado ao trabalho e aos valores materiais substitiuindo-o por uma visão instigadora capaz de vislumbrar detalhes das cores, das formas e texturas. Nascido no Rio de Janeiro, Cesar se considera baiano de coração, pois veio para Salvador com apenas 3 meses de idade.

Agenda

Exposição Raízes, do artista plástico Cesar Oliver

Local: Castelo Garcia D’Ávila (Alameda do Farol, s/nº, Praia do Forte – Mata de São João – Bahia)

Vernissage: 26 de junho, às 16 horas

Horário de visitação: de 27 de junho a 26 de julho de 2010, das 9h às 17h30 (todos os dias da semana, de segunda a domingo).

Entrada: gratuita

Maquete do Castelo Garcia D'Ávila, em Praia do Forte, Mata de São João.
Maquete do Castelo Garcia D’Ávila, em Praia do Forte, Mata de São João.
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 115123 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br.