Caixa liberou mais de R$ 100 milhões para vítimas de enchentes

Jornal Grande Bahia compromisso em informar.
Jornal Grande Bahia compromisso em informar.

Brasília – A liberação do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) para vítimas de enchentes, neste ano, está em R$ 109,4 milhões, segundo dados da Caixa. Em todo o ano passado, o total chegou a R$ 983,5 milhões, enquanto em 2008 ficou em US$ 962,7 milhões. Os recursos, este ano, foram liberados para 99.720 contas vinculadas.

Esse total não inclui os recursos que devem atender a trabalhadores de Alagoas e Pernambuco. A liberação foi feita para várias localidades do país, como Angra dos Reis e municípios de Santa Catarina, atingidos por calamidades.

Apesar de se tratar de uma situação de emergência, a liberação do FGTS para os municípios atingidos por calamidades não é rápida. Há um processo para que o trabalhador tenha acesso aos recursos.

Primeiramente, é preciso que seja decretado estado de calamidade pública ou situação de emergência pela prefeitura municipal. Depois, o Ministério da Integração reconhece o decreto, e a prefeitura entrega à Caixa a Declaração de Áreas Afetadas. Só então o trabalhador vai à Caixa pedir o benefício, comprovando que é titular de conta vinculada e tem residência em uma das áreas afetadas. Segundo a Caixa, o pedido de saque é atendido em até cinco dias úteis.

O prazo máximo para o trabalhador solicitar o saque é de 90 dias, após a publicação do ato do Ministério da Integração Nacional, reconhecendo o estado de calamidade ou emergência. De 2004 a 2010, foram atendidos 409 municípios.

No momento de ir a uma agência da Caixa, o trabalhador deve levar comprovante de residência, Carteira de Trabalho, Cartão do Cidadão e carteira de identidade. Segundo a Caixa, é possível liberar até R$ 4.650.

*Com informação da Agência Brasil

Redação do Jornal Grande Bahia
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 108297 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]