Brasil cresce com redução das emissões de carbono, diz Banco Mundial

Logomarca do Jornal Grande Bahia.
Logomarca do Jornal Grande Bahia.

Estudo divulgado em Brasília aponta que país poderia reduzir os níveis de emissão de gases em até 37% e ainda assim manter índices de desenvolvimento, sem efeitos negativos sobre crescimento e empregos.

O Banco Mundial divulgou, em Brasília, um estudo sobre cenários de desenvolvimento no Brasil a partir da diminuição das emissões de carbono entre 2010 e 2030.

De acordo com o levantamento, o país poderia reduzir os níveis brutos de gases de efeito estufa em até 37% e ainda assim manter os atuais índices de desenvolvimento, sem efeitos negativos sobre crescimento e empregos.

Desafio

Cristophe de Gouvello, que coordenou o ‘Estudo de Baixo Carbono para o Brasil’, explicou à Rádio ONU, de Brasília, os objetivos da pesquisa.

“O princípio do estudo era pegar os planos de desenvolvimento brasileiros e ver se havia possIbilidade de atingir essas metas diminuindo, ao mesmo tempo, as emissões de carbono. E o estudo mostrou que realmente seria possível diminuir as emissões em até 1/3 em relação às observadas normalmente”, afirmou.

Segundo o Diretor do Banco Mundial para o Brasil, Makhtar Diop, a consolidação desse cenário de reduções das emissões é um grande desafio em termos de planejamento e financiamento. Mas pode levar a resultados positivos para a economia, como o impulso no crescimento do PIB anual e crescimento do emprego.

Negociações

A ministra brasileira do Meio Ambiente, Izabella Teixeira, destacou que o país é um dos líderes mundiais nas negociações do clima e possui uma das mais limpas matrizes energéticas do mundo.

Ela revelou que o governo do Brasil assumiu compromisso voluntário de reduzir as emissões entre 36,1% e 38,9% até 2020.

*Com informação da Rádio ONU em Nova York*.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 110057 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]