A informação privilegiada de Hans Sarpei

Jornal Grande Bahia compromisso em informar.
Jornal Grande Bahia compromisso em informar.

Muitos analistas de futebol sabem bem que o atacante Kevin-Prince Boateng nasceu na Alemanha, mas optou por defender a seleção de Gana na Copa do Mundo da FIFA 2010. Mas outro jogador, nascido em Gana e criado em território germânico, passa quase despercebido. Ele é daqueles típicos batalhadores da seleção alemã — sempre prontos para tudo, mas que não aparecem muito — e pode ser fundamental para impedir que o seu país de adoção avance para as oitavas de final do Mundial. Seu nome: Hans Adu Sarpei.

O experiente Sarpei deve ser o titular da lateral esquerda de Gana pela terceira vez neste Mundial. O país tenta se tornar a segunda seleção africana a se classificar para a segunda fase da competição mais de uma vez, juntando-se à Nigéria, que conseguiu o feito em 1994 e 1998. O jogador de 33 anos é um dos mais experientes no grupo e levará a campo todo o conhecimento que adquiriu em gramados alemães. “Passei toda a minha carreira na Alemanha”, disse ao FIFA.com às vésperas da partida desta quarta-feira. “Conheço muitos jogadores da seleção alemã e sei como jogarão. Mas é claro que será o nosso técnico quem dirá como devemos encará-los e o que fazer dentro de campo. De qualquer maneira, posso dar alguns detalhes aos meus companheiros.”

No jogo contra a Sérvia, a Alemanha teve problemas defensivos, especialmente entre a lateral esquerda e a zaga central. Acho que é por ali que temos chances de vencê-la
.
Sarpei analisa o elenco alemão com olhar de zagueiro, que viu muita força ofensiva na goleada do adversário por 4 a 0 sobre a Austrália. No entanto, um cartão vermelho tirou a Alemanha do rumo na segunda partida, que terminou com uma derrota por 1 a 0 para a Sérvia. Mesmo assim, o jogador acredita que terá muito trabalho no confronto, assim como os seus companheiros de defesa. “Tendo em conta as últimas partidas, (a Alemanha) tem muita força, principalmente na frente, com (Mesut) Özil, (Lukas)]Podolski e (Thomas) Müller, que são muito bons atacando”, disse, antes de revelar uma das deficiências dos adversários. “No jogo contra a Sérvia, a Alemanha teve problemas defensivos, especialmente entre a lateral esquerda e a zaga central. Acho que é por ali que temos chances de vencê-la.”

Será um momento emocionante para mim quando entrarmos em campo, mas o meu coração é ganês
.
Quando questionado se espera um nervosismo extra ou um misto de sentimentos na hora de encarar a seleção do seu país de adoção, o jogador do Bayer Leverkusen é claro. “Será um momento emocionante para mim quando entrarmos em campo, mas o meu coração é ganês”, garante. “Estarei jogando pela seleção de Gana. Por isso, assim que o jogo começar, esquecerei todo o resto.”

A Alemanha é uma das seleções mais tradicionais do futebol mundial e já disputou 11 semifinais de Copas do Mundo da FIFA, uma marca incrível. Por sua vez, este é apenas o segundo Mundial dos ganeses. No único encontro anterior entre os dois países, um amistoso realizado em 1993, os alemães arrasaram por 6 a 1. Mas os tetracampeões africanos estão em um excelente momento e provavelmente carregam consigo as esperanças de todo o continente, assim como em 2006. Por isso, para Sarpei, Gana não se deixará intimidar pelo adversário ou pelo jogo, que acontecerá no enorme Estádio Soccer City de Johanesburgo.

Mesmo sabendo que uma igualdade no placar é suficiente para classificar Gana, o lateral e os seus companheiros garantem que buscarão a vitória. “Acho demais o fato de jogarmos em um estádio tão grande”, afirma. “Temos consciência de que um empate basta para nós, mas nenhuma equipe pode entrar em campo para empatar. Iremos para ganhar e eliminar os alemães.”

Pode parecer frieza com a terra onde o jogador cresceu, mas o futebol é assim. Sarpei diz que os estilos de jogo de Gana e da Alemanha são tão diferentes quanto os próprios países. Ele diz que há mais disciplina entre os alemães. “Mas com certeza é mais simples (na seleção ganesa)”, afirma. “É mais divertido, nem tudo é levado tão a sério. É o que caracteriza o nosso grupo: essa alegria, essa diversão, essa jinga que temos. Tudo para fazer uma boa atuação em campo.” É provável que nunca ouviríamos os companheiros de clube ou os próximos adversários do lateral dizendo algo assim. E essa é a beleza da Copa do Mundo.

Redação do Jornal Grande Bahia
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 106703 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]