50 toneladas de medicamentos são apreendidos em Feira de Santana

Jornal Grande Bahia compromisso em informar.
Jornal Grande Bahia compromisso em informar.

A operação Tarja Preta II, realizada na cidade de Feira de Santana e em Santo Estevão, nos dias 8 e 9 de junho, pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) com o apoio da Polícia Rodoviária Federal (PRF) resultou na apreensão de 50 toneladas de medicamentos. A loja da Avenida Getúlio Vargas, da rede de farmácia Caroá, de propriedade do empresário João Borges foi lacrada. Nela foram encontrados drogas vencidas desde 2005, além de estarem armazenadas de forma imprópria e de serem encontrados insetos no ambiente.

Durante a fiscalização foram presas cinco pessoas: Elson de Jesus, 37 anos; Edemário Nascimento, 33 anos; Elideval Campos, 26 anos; Glauber Leal, 29 anos e Edvando Oliveira, 46 anos. Também foram encontradas drogas conhecidas como arrebites para caminhoneiros e vaso-estimulantes ilegais como o Pramil, nos postos de combustíveis Pau de Vela e São Caetano. Ambos localizados no município de Santo Estevão, os postos foram multados pela ANVISA. O órgão recebeu uma denúncia anônima, o que motivou a ação.

João Borges

João Borges alegou que os medicamentos armazenados no deposito da Farmácia do Caroá aguardavam autorização de devolução aos respectivos fabricantes e ou distribuidores. Os técnicos da ANVISA consideram como clandestino, por não contar com alvará sanitário nem autorização de funcionamento para armazenamento. As condições sanitárias foram avaliadas como impróprias e danosas a saúde.

O empresário João Borges, recentemente foi condenado pela justiça federal por não pagamento de tributos federais. Mesmo tratando-se de um sonegador, segundo a justiça brasileira, João pode alugar um prédio a um banco federal, o Banco do Brasil. A área em que se instalou o banco, na Avenida Getúlio Vargas, em Feira de Santana (antiga Telebahia) não conta com estacionamento próprio o que obriga os clientes a estacionarem os carros na calçada.

Outro exemplo de péssimo comportamento por parte do empresário, são as lojas construídas por ele ao longo da Rua JJ Seabra. Sem recuo adequado e estacionamento próprio, contribuem para a desordem do centro da cidade. O prédio onde está instalada a Farmácia do Caroá, pertence ao antigo Hotel Caroá. Que se encontra fechado há décadas e sem receber manutenção adequada. Trata-se de um cidadão que desconstrói e contribui para o atraso socioeconomismo de Feira de Santana.

Redação do Jornal Grande Bahia
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 108074 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]