Secretaria de Cultura convoca Filarmônica para credenciamento

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Jornal Grande Bahia compromisso em informar.
Jornal Grande Bahia compromisso em informar.

Cento e oitenta e três entidades filarmônicas deverão entregar até o dia 28 de maio de 2010, os documentos necessários para participar do Programa de Fomento às Filarmônicas, que será lançado no dia 30, no Teatro Castro Alves, durante a abertura do 4º Encontro de Dirigentes Municipais do Estado da Bahia.

O programa é uma iniciativa da Fundação Cultural Estado da Bahia (Funceb), autarquia da Secretaria de Cultura do Estado (Secult), com investimento de R$ 4 milhões. A lista das entidades cadastradas está disponível nos sites da Secult e da Funceb.

O coordenador do Núcleo de Filarmônicas da Diretoria de Música da Funceb, Arnaldo Almeida, informa que a filarmônica que não entregar a documentação até o prazo estipulado não poderá ser contemplada pelo programa este ano.

Os documentos necessários são cópia do estatuto ou ata de fundação da entidade requerente e alterações, se houver, incluindo ata de designação do representante legal, cópia do RG e CPF do representante legal, certidão de adimplência com a Secretaria da Fazenda Estadual, Receita Federal, INSS e FGTS, CD com pelo menos 10 fotos (com resolução mínima de 300 DPI) da filarmônica e o seu histórico. Somente serão aceitos documentos enviados pelos Correios ou serviço similar de entrega, com data de postagem até o dia 28.

Programa

As 183 filarmônicas, cadastradas pela Secult desde 2009, estão presentes nos 26 territórios de identidade e sediadas em 170 municípios, mobilizando aproximadamente 4.500 músicos e 8 mil alunos. A secretaria incentiva a continuidade dessas ações já existentes, possibilitando que as entidades credenciadas pela Funceb possam receber recursos para apoio.

O programa fornecerá apoio de até R$ 30 mil para cada filarmônica, que poderá adquirir instrumentos musicais, fardamento, acessórios para instrumentos musicais e também realizar a reforma dos instrumentos.

No estado, as filarmônicas desempenham um fundamental papel no âmbito cultural baiano, sempre presente em eventos cívicos, religiosos e festas populares. Elas possuem um papel importante para a educação musical de cidadãos residentes em seus municípios e para a profissionalização de músicos e sua inserção no mercado de trabalho local e regional. Além disso, as sedes de muitas filarmônicas reúnem boa parte da memória musical da Bahia.

No Brasil, a história das filarmônicas tem seu início com a chegada de Dom João VI, quando a banda da Armada Real de Portugal veio acompanhando a Corte. Na Bahia, a Sociedade Filarmônica Erato Nazarena é uma das mais antigas. Criada em 1863, na cidade de Nazaré, é uma das mais atuantes no estado.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 113512 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]