Sargento Joel defende salário digno para policiais militares. Confira esta e outras notícias da CMFS

Sargento Joel defende salário digno para policiais militares

O vereador Otávio Joel de Araújo (DEM) lamentou hoje (18/05/2010) que não tenha sido aprovada a isonomia salarial dos policiais militares em todo o país. A proposta foi apensada à PEC 41, gerando uma terceira proposta, a PEC 446, já aprovada em primeiro turno pelo Senado Federal. De acordo com a matéria, que ainda será submetida à segunda votação, os praças terão salário base de R$ 3,5 mil e os oficiais, R$ 7 mil.

“Recebendo um salário digno os policiais vão trabalhar com mais gosto”, observou o vereador, que também é policial, lembrando que a proposta anterior equiparava os salários de todo o país aos níveis de Brasília, Na manhã desta terça-feira ele foi para Salvador, acompanhar a votação do projeto de Lei 18.627 na Assembléia Legislativa, juntamente com policiais da capital e de municípios de toda a Bahia.

Segundo o vereador, o projeto que está sendo anunciado pelo Governo da Bahia como proposta de aumento de 13% para a categoria, na realidade trata de modo geral de modificações na estrutura da Polícia Militar. Por isso mesmo a categoria está acompanhando de perto a votação. “O projeto teve 34 emendas do deputado Capitão Tadeu que favorecem os policiais”, explicou o vereador Sargento Joel.

Em seu discurso na tribuna da Câmara, o vereador também parabenizou o trabalho das companhias independentes da Polícia Militar em Feira de Santana e também a atuação da Polícia Civil, que segundo ele, está desencadeando uma série de ações de combate à criminalidade, especialmente contra o tráfico de drogas. Os resultados, na avaliação de Sargento Joel, já começam a ser vistos.

Vereador diz que jornalista aprova proposta do “Toque de Acolher”

Um artigo assinado pelo jornalista Glauco Wanderley em seu blog, a respeito da eficiência do “Toque de Acolher” na cidade de Santo Estevão, foi destacado pelo vereador Luiz Augusto de Jesus – Lulinha – (DEM) no plenário da Câmara Municipal, na manhã desta terça-feira (18). Lulinha é autor do projeto que cria programa semelhante em Feira de Santana, que está em tramitação no Legislativo e tem provocado discussões polêmicas.

“O jornalista era contra e agora é favorável ao ‘Toque de Acolher’”, afirmou o vereador, antes de fazer a leitura integral do artigo em que Glauco relata impressões que teve a partir de conversas com pais, professores, adolescentes e autoridades daquela cidade sobre o programa. “Constatei que é disso essencialmente que se trata: de colocar regras, de apontar limites, para quem não tem ainda discernimento para decidir sobre a própria vida”, diz.

Glauco Wanderley considera ainda que “qualquer pai responsável, consciente e que ama seu filho não vai deixá-lo na rua de noite indefinidamente” e provoca: “Estou certo de que muitos integrantes da confortável classe média ou alta que reprovam a idéia querem seus filhos adolescentes recolhidos à segurança do lar quando anoitece”. O jornalista admite que achava a idéia “ruim e errada”, até ir à cidade e não encontrar ninguém contra.

O artigo do blog de Glauco Wanderley, citado pelo vereador Lulinha, traz também considerações sobre a aplicabilidade da lei em uma cidade grande, como é o caso de Feira de Santana e acha até que a medida pode fracassar pela dificuldade de se fiscalizar e alerta que “se autoridades da área não abraçarem a idéia não adianta nada”. O jornalista destaca ainda que o “Toque de Acolher” deve ser encarado como proteção e não como punição.

Vice-líder do governo municipal reage a críticas da oposição

As críticas do vereador Roberto Tourinho (PSB) à qualidade dos serviços de reforma de uma escola no distrito de Tiquaruçu foram rebatidas com veemência pelo vice-líder do governo na Câmara Municipal, vereador Antônio Francisco Neto – Ribeiro – (DEM). Ele ressaltou a experiência de seis mandatos do oposicionista, mas condenou os termos usados por Tourinho para referir-se ao governo e ao prefeito Tarcízio Pimenta.

De acordo com Ribeiro, Roberto Tourinho fez críticas à administração do prefeito Tarcízio Pimenta e não deixou, no momento, nenhum espaço para defesa. “Tenho obrigação de vir a público e mostrar as qualidades do governo”, justificou o vice-líder, destacando que o vereador de oposição “usou termos que não é do seu feitio. “Devemos ter cuidado com as nossas palavras e respeitar as pessoas”, disse.

Lembrando que na gestão de Tarcízio Pimenta já foram reformadas mais de 40 escolas, o vereador Ribeiro afirmou que “se falta qualidade, vamos procurar as melhorias, mas não podemos dizer simplesmente que a obra é uma porcaria”. A vereadora Gerusa Sampaio (PDT) concordou com o colega de bancada e enfatizou que “faz parte da oposição criticar, mas não podemos deixar de reconhecer o empenho do governo em melhorar a Educação”.

Ronny volta a reclamar sobre escassez de macas no HGCA

O vereador Reinaldo Miranda – Ronny – (PMN), hoje (18), na sessão legislativa, desmentiu a declaração de Edilma Reis, diretora do Hospital Geral Clériston Andrade (HGCA), em audiência Pública, ocorrida na semana passada na Casa da Cidadania, onde, segundo ele, Edilma afirmou que a unidade de saúde não tem problemas, no que tange a falta de macas. O vereador justificou a escassez do equipamento, ressaltando que a ambulância da Policlínica da Rua Nova se encontra retida no HGCA, em decorrência desse problema.

Ronny informou que um paciente, em estado grave, foi transferido, ontem, da Policlínica da Rua Nova para o HGCA. Ele contou que, hoje, pela manhã, foi ao hospital e, para sua surpresa, deparou-se com os mesmos problemas, denunciados no início do mês, envolvendo dois pacientes do município de Itatim. “Quando cheguei ao Clériston, vi o paciente do Bairro da Rua Nova no chão, em cima de uma maca. Desde as 23 horas de ontem, a ambulância está presa no pátio aguardando o equipamento”, afirmou.

Na opinião do vereador, a falta de macas no HGCA compromete muito o atendimento das ambulâncias no município, sobretudo, na questão de transferência de pacientes. “Sandra Macedo, coordenadora do SAMU, foi muito feliz quando relatou que já aconteceu de as seis ambulâncias e até a própria USA do SAMU ficarem retidas com os médicos no Hospital Geral Clériston Andrade. Segundo ela, a média de tempo de cada SAMU retida é de 3 horas e 50 minutos”, declarou Ronny.

Gerusa propõe obrigatoriedade de placa informativa de itinerário em ônibus

A vereadora Gerusa Sampaio (PDT), hoje (18), em seu discurso proferido na tribuna da Casa da Cidadania, informou que deu entrada em um projeto de lei, nº 108/2010, que propõe a obrigatoriedade de placa informativa de itinerário de ônibus no município de Feira de Santana. De acordo com o projeto, a placa informativa deve ser colocada na lateral da porta dianteira do ônibus, contendo de forma clarividente o mínimo de cinco pontos principais do seu itinerário de ida e volta ao seu terminal.

“Buscamos melhorias no transporte coletivo. Estamos vendo, em Feira de Santana, ônibus novos, pintados, reformados, porém, eles não dispõem de itinerário. Este projeto torna-se um facilitador, já que muitos passageiros acabam pegando erroneamente a condução, devido à falta de informação”, declarou a vereadora.

Outro fato relevante, acrescentou Gerusa, “é que muitas vezes o motorista e o cobrador ficam sobrecarregados, tendo que responder, a todo o momento, sobre o percurso do ônibus. Vale salientar que essas respostas nem sempre são gentis ou satisfatórias, gerando uma situação de estresse entre o cobrador, motorista e o passageiro que pergunta”.

Para ela, a aprovação desse projeto possibilitará aos passageiros usufruir o transporte coletivo sem erros, ao passo que terá acesso a informações explícitas sobre o seu itinerário. “Informações estas que aliviará a sobrecarga do trabalho desempenhado por motoristas e cobradores”, salientou.

Lulinha destaca construção de escolas municipais

O vereador Luiz Augusto – Lulinha – (DEM), hoje (18), durante discurso na sessão da Casa da Cidadania, garantiu que a área de Educação é uma das prioridades do Governo Municipal. De acordo com Lulinha, três escolas municipais serão construídas em Feira de Santana.

Segundo o vereador, o Poder Executivo já publicou em um jornal da cidade que, no dia 28 de junho deste ano, às 14h30, no Salão de Licitações da Prefeitura, na Avenida Sampaio, haverá processo licitatório, com o objetivo de contratar empresa de construção civil, para a construção da Escola Municipal Joaquim Pereira dos Santos, localizada no povoado Candeal II, no distrito de Matinha.

“A licitação será publicada também em jornais de circulação estadual e nacional porque é uma obra cara. A Escola Municipal Joaquim Pereira vai custar quase 700 mil reais. A mesma terá auditório, sala de informática, entre outros recursos. Será uma escola digna para atender aos alunos das comunidades da Matinha, Candeal I, Mantiba, entre outros, afirmou Lulinha.

Na oportunidade, o vereador disse que “a Escola Municipal Chico Mendes, localizada no bairro do Campo Limpo, que funciona em um prédio alugado, terá prédio próprio. O bairro alto do Papagaio também vai receber escola em breve. Todos esses estabelecimentos de ensino tiveram participação direta desse vereador, que está sempre cobrando, juntamente com as comunidades, melhorias para o município”, declarou.

Adiamento de Audiência Pública

A Comissão de Meio Ambiente, Direitos Humanos e Defesa do Consumidor, através do presidente Ângelo Almeida, comunica que será adiada a Audiência Pública do próximo dia 21, diante da impossibilidade de comparecimento dos representantes interessados e dos palestrantes para debater a respeito da Liquidação do Banco Sincoob/Subaé, ficando o tema para ser debatido em data a ser posteriormente reservada.

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 116497 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br.