Raúl Castro conversa com Igreja Católica em Cuba e sinaliza abertura política

Brasília – O presidente de Cuba, Raúl Castro, reuniu-se anteontem (19/05/2010) à tarde com a cúpula da Igreja Católica em seu país. O encontro é considerado histórico, segundo diplomatas que acompanham o processo político cubano, pela abertura gradual que o atual governo vem dando às negociações com autoridades religiosas. No final de junho, o secretário do Vaticano para as Relações com os Estados, arcebispo Dominique Mamberti, irá a Havana (capital cubana).

As informações são da imprensa oficial de Cuba, o jornal Granma. De acordo com o texto, Castro se reuniu com o presidente dos conselhos de Estado e ministros; com os arcebispos de Havana, cardeal Jaime Ortega Alamino, e de Santiago, dom Dionisio García Ibáñez; além do presidente da Conferência dos Bispos Católicos de Cuba, monsenhor Baladrón, e do chefe do Serviço de Atenção à Assuntos Religiosos do Comitê Central do Partido, Caridad Diego Bello.

Segundo a imprensa oficial, “na reunião foram discutidos vários assuntos de interesse comum, incluindo o desenvolvimento favorável das relações entre a Igreja Católica e o Estado cubano e da situação atual nacional e internacional”.

A Igreja Católica, em Cuba, tem buscado interceder em favor dos presos políticos e seus parentes. Recentemente houve confrontos entre forças policiais e manifestantes que pediam a libertação dos presos políticos. A estimativa é que ainda há 25 pessoas mantidas nas prisões cubanas por questões de divergência ideológica e política.

No final do ano passado, foi ao ar o primeiro blog católico em Cuba, considerado um ato de desafio pela Igreja Católica. O acesso à internet, em Cuba, segundo especialistas da área, é restrito a funcionários do governo e acadêmicos. Estimativas não oficiais indicam que apenas 13% dos cubanos têm acesso à internet.

*Com informações da Agência Brasil

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 109921 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]