Produção de leite virou alternativa de diversificação no Sul da Bahia

O sul da Bahia foi um dos maiores produtores de cacau do país, a crise na lavoura fez com que os produtores buscassem novas alternativas econômicas e passaram a se dedicar a produção de leite.
O sul da Bahia foi um dos maiores produtores de cacau do país, a crise na lavoura fez com que os produtores buscassem novas alternativas econômicas e passaram a se dedicar a produção de leite. Foto: Carlos Augusto | Guto Jads | Jornal Feira Hoje

O sul da Bahia já foi um dos maiores produtores de cacau do país, mas a crise na lavoura fez com que os produtores buscassem novas alternativas econômicas. Alguns deles mudaram totalmente de cultura e passaram a se dedicar a produção de leite.

Um bom exemplo vem do município de Barro Preto. A fazenda Santa Helena, que no passado foi uma das grandes produtoras de cacau, tem hoje o lucro garantido da produção de leite. A propriedade tem 120 hectares e cerca de 50% deles virou pastagem para abrigar os 285 animais. ¨Há 10 anos, com a chegada da vassoura de bruxa, nossa produção de cacau caiu muito. Decidimos pegar essa área de cacau e transformar em pastagem, mas desde já com preocupação e com respeito ao meio ambiente, fizemos a reserva legal da fazenda e partimos para a produção de leite”.

O cruzamento entre raças, funcionários qualificados e uma pastagem bem manejada garantem a qualidade do produto e, conseqüentemente, atende as expectativas do mercado mundial. “As indústrias querem um leite de qualidade com alto teor de proteína e de gordura no leite”, afirma o produtor Ricardo Amaral. Todo leite produzido na fazenda Santa Helena é destinado a uma multinacional instalada na região.

Produção

A ordenha mecânica garante a qualidade do leite e o melhor aproveitamento da produção. A zootecnista, Priscila Lasmar, afirma que o objetivo da fazenda é aumentar a produção, “hoje os animais da fazenda produzem uma média de 15 litros de leite e estamos aumentando o rebanho da fazenda. Queremos chegar a 1500 litros por dia em 2011”.

Para se montar um sistema leiteiro na região sul da Bahia é preciso muito trabalho e persistência e, acima de tudo, uma mão de obra motivada, “para ter sucesso não adianta ter terra boa, ter genética, investir em tecnologia se não tiver uma mão de obra motivada e integrada”, garante Amaral.

A Bahia ocupa a sétima posição no ranking da produção anual de leite. A produção média atual no Brasil é de 801 kg/vaca ordenhada, enquanto na Bahia é de 482 kg.

O Brasil possui o terceiro maior rebanho leiteiro do mundo, de acordo a EMBRAPA.

O sul da Bahia foi um dos maiores produtores de cacau do país, a crise na lavoura fez com que os produtores buscassem novas alternativas econômicas e passaram a se dedicar a produção de leite.
O sul da Bahia foi um dos maiores produtores de cacau do país, a crise na lavoura fez com que os produtores buscassem novas alternativas econômicas e passaram a se dedicar a produção de leite.
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 111083 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]