Presidente Lula reclama do tamanho da casa popular do PAC

Condomínios vendem piscina e área de lazer como conforto, mas unidades habitacionais com pequeno conforto, sem varandas e sem vagas para estacionamento. O presidente Lula quer que programa seja revisto. Foto: Carlos Augusto | Guto Jads | Jornal Feira Hoje
Condomínios vendem piscina e área de lazer como conforto, mas unidades habitacionais com pequeno conforto, sem varandas e sem vagas para estacionamento. O presidente Lula quer que programa seja revisto. Foto: Carlos Augusto | Guto Jads | Jornal Feira Hoje
Condomínios vendem piscina e área de lazer como conforto, mas unidades habitacionais com pequeno conforto, sem varandas e sem vagas para estacionamento. O presidente Lula quer que programa seja revisto. Foto: Carlos Augusto | Guto Jads | Jornal Feira Hoje
Condomínios vendem piscina e área de lazer como conforto, mas unidades habitacionais com pequeno conforto, sem varandas e sem vagas para estacionamento. O presidente Lula quer que programa seja revisto. Foto: Carlos Augusto | Guto Jads | Jornal Feira Hoje

Após entregar hoje (07/05/2010), em Recife, unidades habitacionais do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), o presidente Luiz Inácio Lula da Silva reclamou do tamanho das moradias populares. Lula visitou as moradias e fez a entrega simbólica da chave a uma moradora.

“Acho que temos que melhorar muito a qualidade das casas, tenho brigado muito para que a gente faça uma varanda, vai custar R$ 500 mais caro, mas é preciso que a gente vá aperfeiçoando e dando mais tranquilidade para as pessoas que ganham casa popular”, disse Lula aos jornalistas ao lado do governador do Estado, Eduardo Campos.

Na cerimônia foram entregues 624 moradias do PAC e assinados contratos com o governo do estado de Pernambuco para a construção de 5.211 moradias em 48 municípios pernambucanos e contratos do Programa Minha Casa, Minha Vida para a construção de 848 moradias nos municípios de Paulista (PE) e outras 30 moradias em Recife.

O presidente Lula também assinou ordem de serviço que autoriza o início das obras de duplicação e modernização da BR-101 no trecho que liga Palmares (PE) à divisa dos estados de Pernambuco e Alagoas. A obra terá a extensão de 24 quilômetros e tem previsão de conclusão em novembro de 2011.

Os ministros das Cidades, Márcio Fortes, e dos Transportes, Paulo Passos, acompanharam o presidente na cerimônia.

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Sobre Carlos Augusto 9756 Artigos
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Ex-aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518) e a Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia), dirige e edita o Jornal Grande Bahia (JGB).