Presidente Lula critica greves de servidores públicos federais e diz que funcionários públicos fazem da greve férias

Luiz Inácio Lula da Silva.
Luiz Inácio Lula da Silva.
Presidente Lula: Tem greve que o cara fica três meses e recebe salário. Isso não é greve, é férias.
Presidente Lula: Tem greve que o cara fica três meses e recebe salário. Isso não é greve, é férias.

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva fez hoje (26/05/2010) uma crítica às greves de servidores públicos federais. Lula falou sobre o assunto ao lembrar do tempo em que era sindicalista e tinha o ponto cortado pelos dias que ficava de greve.

“Fizemos greve, nos bateram e fizemos outra, nos prenderam e fizemos outra, até que as pessoas entenderam que era democrático fazer greve. Era uma greve diferente das que acontecem aqui em Brasília porque a gente não ganhava o dia, perdia o dia. Tem greve que o cara fica três meses e recebe salário. Isso não é greve, é férias”.

Algumas categorias de servidores públicos federais estão em greve, entre elas os servidores da área ambiental que estão parados desde o dia 7 de abril.

A declaração do presidente foi feita em discurso na Conferência Nacional de Ciência, Tecnologia e Inovação que reúne analistas, pesquisadores e empresários para debater e formular propostas para que se consolide, nos próximos dez anos, uma Política de Estado em Ciência e Tecnologia com foco no desenvolvimento sustentável.

Os principais temas debatidos são mudanças climáticas, energia, recursos naturais, desigualdades regionais, educação científica de qualidade em todos os níveis, uso da ciência e tecnologia para o desenvolvimento social e saúde.

A etapa nacional ocorre após a rodada de conferências municipais, estaduais e regionais em Belém, Porto Alegre, Cuiabá, Vitória e Maceió.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 111120 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]