Negócios na China: Missão baiana se reúne com empresários dos Emirados Árabes

Jornal Grande Bahia compromisso em informar.
Jornal Grande Bahia compromisso em informar.

Depois de participar de diversos encontros com empresários chineses, em Shandong, Jinan e Pequim, e de ter instalado um escritório de negócios da agropecuária baiana na China, a missão da agropecuária baiana na Ásia, chefiada pelo secretário estadual da Agricultura, Eduardo Salles e pelo superintendente de Política do Agronegócio, Jairo Vaz, a comitiva se reuniu em Dubai, neste domingo (23/05/2010), com empresários dos Emirados Árabes, interessados em investir na Bahia.

De acordo com Jairo Vaz, os empresários querem conhecer a Bahia por acreditar no potencial agropecuário do Estado. “Eles mostram interesse em investir na soja, no algodão, nas frutas e na pecuária. Nesse encontro, vamos abrir caminhos para o surgimento de novos negócios”, acredita o superintendente. Ele observa que a vinda de empresários estrangeiros para a Bahia vai gerar empregos e aquecer a economia.

Na avaliação de Vaz, o estreitamento das relações entre Brasil e China vai estimular a vinda de agroindústrias para a Bahia, o que contribuirá para a verticalização das cadeias produtivas. Além disso, continua ele, a instalação do escritório de negócios em Pequim vai aumentar a possibilidade de novos investimentos na agropecuária baiana. “Os empresários estão confiantes no potencial da Bahia e na geração de bons negócios. O escritório dará sequência às negociações feitas, além de ser uma garantia para o empresariado de que o governo baiano, através da Seagri, está dando todo o apoio”.

Um dos membros da comitiva baiana, Henrique Almeida, presidente da Associação dos Produtores de Cacau, APC, classifica a instalação do escritório de negócios em Pequim como uma ação das mais importantes, “uma verdadeira virada de mesa do agronegócio”. “A Bahia se estabelece como o primeiro estado do País a conseguir um feito desse. Acredito que será mais fácil e seguro se travar novos negócios”, diz.

Para Suemi Koshiama, diretor-presidente da Special Fruit e representante do Instituto da Fruta, a Missão China representou o primeiro passo de aproximação entre a China e o Brasil. “A China consome muito e tem alto poder aquisitivo. A sinergia de negócios entre os dois países é boa. A semente foi plantada, e estamos abrindo caminhos com a instalação do escritório de negócios”, pontua.

O grupo retorna a Salvador na manhã de terça-feira (25), trazendo na bagagem planos e compromissos de parceria com o empresariado chinês. No dia 28 deste mês, a vice-governadora de Shandong, Wang Suilian, retribui a visita e participa no Hotel Pestana, ao lado do governador Jaques Wagner e de Salles, da implantação de 12 câmaras setoriais, passo fundamental para a elaboração do planejamento estratégico para a agropecuária baiana para os próximos 20 ano.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 115051 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br.