Governo Wagner e movimentos sociais da Bahia comemoram avanços no campo

Eduardo Salles, secretário da Agricultura da Bahia, ao lado de movimentos sociais comemoram avanços no campo.
Eduardo Salles, secretário da Agricultura da Bahia, ao lado de movimentos sociais comemoram avanços no campo.
Eduardo Salles, secretário da Agricultura da Bahia, ao lado de movimentos sociais comemoram avanços no campo.
Eduardo Salles, secretário da Agricultura da Bahia, ao lado de movimentos sociais comemoram avanços no campo.

Depois de quase uma semana de negociações e entendimentos, o Movimento de Trabalhadores Assentados Acampados e Quilombolas, (Ceta), resolveu suspender o acampamento, levando na bagagem conquistas importantes, tanto para os trabalhadores quanto para o governo, que deu passos importantes para avançar na reforma agrária, principal reivindicação dos trabalhadores. As rodadas de negociações foram comandadas pelos secretários Eduardo Salles, da Agricultura, Irrigação e Reforma Agrária, e Cézar Lisboa, das Relações Institucionais. Nesta sexta-feira (07/05/2010), representantes do Ceta participaram de audiência no Incra com o Ministério Público e a Ouvidoria Agrária Nacional para discutir questões relacionadas a conflito agrário. No final da tarde anunciaram que à noite retornariam aos seus acampamentos.

Uma semana antes da chegada do Ceta, cerca de 5 mil trabalhadores do MST acamparam em volta da Seagri, para discutir suas reivindicações. Conforme avaliou o secretário Eduardo Salles, foi mais uma semana de intenso trabalho com o movimento social, que teve também suas reivindicações atendidas na medida das possibilidades do governo.

Na avaliação do secretário da Agricultura, Eduardo Salles, o saldo das negociações com os movimentos sociais é muito positivo. “Recebemos todos eles, e discutimos uma a uma as pautas de reivindicações. Em nossos encontros, prevaleceu uma relação sincera e franca. Fizemos tudo dentro do limite possível. E mostramos, com transparência, o que pode ou não ser feito”, disse.

Para o secretário das Relações Institucionais, Cézar Lisboa, o governo do Estado demonstrou, mais uma vez, atenção às questões de reforma agrária. “Saímos das negociações com os acordos concretizados. E estamos abertos ao diálogo, dispostos a recebê-los sempre que precisarem. É assim que age o governo democrático”, considerou.

Nas rodadas de negociações, que se configuraram como verdadeiras reuniões de trabalho, foram debatidas questões relacionadas a três eixos: terra (regularização fundiária), infraestrutura (saúde, educação, energia, estradas, dentre outras) e produção (unidades agroindustriais).

Eduardo Salles, secretário da Agricultura da Bahia, ao lado de movimentos sociais comemoram avanços no campo.
Eduardo Salles, secretário da Agricultura da Bahia, ao lado de movimentos sociais comemoram avanços no campo.
Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 112836 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]