Capoeira de Saia reúne participantes do mundo inteiro em Salvador

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.

Tradição criada pelos escravos, a capoeira passou ao longo da sua história de luta marginalizada para uma arte conhecida e procurada por milhares de homens e mulheres em todo o mundo. Para impulsionar a participação feminina no universo da capoeira foi lançada, na noite de quarta-feira (26/05/2010), no Forte da Capoeira (Santo Antônio), a terceira edição do Capoeira de Saia – Capacitação da Capoeira Feminina.

A iniciativa deve reunir, até o próximo domingo (30), em Salvador e nos municípios de Camaçari, Santo Amaro e Cachoeira, cinco mil praticantes da capoeira do Brasil e de diversos países. Eles vão participar de oficinas, palestras, sessão de cinema, mesas redondas. Haverá ainda uma aula pública, no Farol da Barra, com 1.500 capoeiristas.

O evento deve também capacitar mulheres para formar capoeiristas e mestras. As inscrições, gratuitas, ainda podem ser feitas pelo site do evento ou telefone (71) 3117-1488.

Carolina Magalhães, conhecida como mestra Brisa, é uma das organizadoras da iniciativa e conta que a ideia surgiu há cerca de quatro anos pela necessidade de valorizar a participação feminina. “Antigamente, a capoeira era coisa de homem. Apenas algumas mulheres mais ousadas amarravam a saia e se atreviam a participar. Temos muitos capoeiristas e mestres homens, mas pouquíssimas mulheres. Por isso, queremos qualificar e dar uma formação continuada, para que elas possam crescer no mundo da capoeira”.

Esta é a primeira etapa do evento, que busca sensibilizar o público para a profissionalização. Uma segunda etapa será realizada em parceria com a Universidade do Estado da Bahia (Uneb), por meio de um curso de extensão para 160 gestores.

Serão de 120 horas de aulas, abordando a história da capoeira, como formalizar os grupos e associações, montar projetos culturais e captar recursos. “Nesta semana vamos receber meninas do mundo inteiro e sensibilizar para que retornem ao curso, em outubro. O Capoeira de Saia é um evento itinerante que pretende chegar ao Japão”, afirmou Brisa.

A jovem Maristela Souza, 26, do Grupo Gueto de Capoeira, é apaixonada pela arte e joga capoeira desde os 12 anos. “Quando eu fiquei sabendo que ia ter a capacitação, me inscrevi pela internet para participar. A inserção da mulher na atividade ainda é estigmatizada e, com um programa como este, nós ganhamos espaço e mostramos o papel da mulher na capoeira”.

Para o chefe de gabinete da Setur, Francisco Sampaio, colocar a capoeira em uma posição de destaque mundial é fundamental para valorizar a cultura baiana e atrair turistas de todo o mundo. Durante o lançamento, a Setur realizou também um mapeamento dos mestres e capoeiristas da Bahia.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 112926 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]