Bahia firma parceria com instituto João Havelange para a copa 2014

Além de ter sido a primeira capital brasileira, Salvador também é a primeira cidade-sede da Copa do Mundo de 2014 a firmar um convênio com o Instituto João Havelange. A assinatura do protocolo de intenções entre o governo estadual e o instituto foi realizada, nesta quinta-feira (27/05/2010), na Governadoria.

As ações previstas na cooperação têm início imediato e buscam desenvolver estratégias de soluções de qualificação, projetos, diretrizes e recomendações conforme orientações da Fifa. De acordo com o secretário geral do Instituto João Havelange, Heine Allemagne, por meio desse convênio a entidade se compromete “a realizar ações que não se limitem aos jogos, mas também que deixe um legado após o Mundial de 2014”.

O secretário extraordinário de Assuntos da Copa (Secopa), Ney Campello, afirmou que a intenção é ampliar, em várias áreas, as possibilidades que serão proporcionadas com a Copa do Mundo da Fifa Brasil 2014. “Nós sabemos que a realização da Copa no Brasil será um fato histórico e, por esta razão, nosso objetivo é aproveitar ao máximo esse momento”.

Para garantir o melhor aproveitamento possível, os órgãos da administração pública estadual atuarão intensamente. A Secretaria de Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre) será a pasta responsável por articular a qualificação e a mão de obra.

No SineBahia, por meio de uma ação dedicada aos profissionais que atuarão na Copa de 2014, os trabalhadores poderão emitir documentos e ainda serão encaminhados ao mercado de trabalho. A Secretaria Estadual do Turismo vai preparar toda a parte logística, que inclui a disponibilização de profissionais e a viabilização de espaços.

Qualificação profissional será prioridade

Ney Campello reiterou que “a Secopa foi criada para organizar institucionalmente todos os órgãos do governo para a Copa”. A qualificação profissional voltada aos assuntos da competição será priorizada. Os principais setores que estarão diretamente envolvidos pelo programa são segurança, saúde, comunicação, infraestrutura e o setor turístico, que abrange os ramos hoteleiro e gastronômico.

As instituições de ensino superior também serão parceiras do estado da Bahia e do Instituto João Havelange na capacitação de baianos. “Em breve teremos convênios com as universidades públicas e as privadas para a qualificação profissional. Temos que ir além da hospitalidade que é nossa marca”, destacou Campello.

Para o governador Jaques Wagner, “quanto mais organismos de fora do governo estiverem envolvidos, melhor será o aproveitamento”. O superintendente do Sindicato de Hotéis, Restaurantes, Bares e Similiares de Salvador e Litoral Norte, Gilberto Marquezini, ressaltou a credibilidade do instituto. “Vemos com bons olhos mais uma instituição importante colocada junto à necessidade de qualificação. É preciso que estejamos todos engajados”.

O governador Jaques Wagner lembrou que várias iniciativas já foram implementadas para garantir tanto o sucesso do evento, e também as melhorias que serão herdadas. “Nós queremos não apenas ganhar a Copa. Queremos ganhar com a Copa. Ainda hoje receberemos da prefeitura de Salvador, o alvará que autoriza a demolição mecânica na Fonte Nova. Será um passo importante nessa caminhada”.

Também estiveram presentes ao ato, o presidente do Instituto João Havelange, César Braga, o presidente da Embasa, Abelardo Oliveira, lideranças políticas da Região Metropolitana de Salvador, representantes do trade turístico e reitores de universidades.

Redação do Jornal Grande Bahia
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 108850 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]