Ânguera: Carlos Geilson discursa e diz que é hora de acabar com a moleza e a vagareza no estado e eleger um candidato legitimamente baiano

Carlos Geilson discursa e diz que é hora de acabar com a moleza e a vagareza no estado e eleger um candidato legitimamente baiano.
Carlos Geilson discursa e diz que é hora de acabar com a moleza e a vagareza no estado e eleger um candidato legitimamente baiano.

O âncora do programa de radiojornalismo, nas manhãs de segunda a sábado da Rádio Subaé e pré-candidato a deputado estadual, Carlos Geilson. Durante discurso proferido no Clube de Ânguera em ato de apoio às candidaturas de Geddel Viera Lima e César Borges, foi duro em suas críticas, que mesmo sem citar nomes, tinham endereço certo, o governador da Bahia Jaques Wagner.

Geilson disse durante o discurso que era ora de largar a moleza e vagareza e apostar na ação. Criticou os altos indicies de violência do estado e disse que deveria ser eleito um legitimo baiano. “Baiano de quatro costados”, cita em sua fala e completa, “para comandar os destinos da Bahia”.

Sobre Carlos Augusto 9524 Artigos
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Ex-aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518) e a Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia), dirige e edita o Jornal Grande Bahia (JGB).