Paulo Souto diz que Governo Wagner prejudicou população de Caetité com falsa denúncia de contaminação da água

Ex-governador Paulo Souto (DEM) é recebido por membros da comunidade de Caetité.
Ex-governador Paulo Souto (DEM) é recebido por membros da comunidade de Caetité.

A notícia, publicada na última edição da revista Veja, de que a Comissão Nacional de Energia Nuclear, órgão responsável pelas medições oficiais do Ministério da Ciência e Tecnologia, constatou que o nível de radioatividade das águas de Caetité é inferior ao de estâncias hidrominerais como Poços de

Caldas e Araxá (MG), Águas de Lindoia (SP) e Guarapari (ES), não causando nenhum mal à saúde humana, motivou pronunciamento de indignação do presidente estadual do Democratas, Paulo Souto, contra o atual governo baiano.

“Na condição de filho de Caetité, cidade em que nasci e que, nesta segunda-feira, dia 05 de abril, completa 200 anos de emancipação, não posso deixar de manifestar meu repúdio à irresponsável e precipitada atitude do Governo Estadual que, através do Ingá (Instituto de Gestão das Águas e Clima da Bahia), encampou a infundada denúncia do Greenpeace de contaminação do lençol freático de Caetité, causando uma série de transtornos à população da cidade, principalmente, para a parcela mais carente da zona rural. Sem falar nas despesas desnecessárias de R$ 170 mil, que tiveram de ser arcadas pela prefeitura na contratação de carros pipas para manter o abastecimento de água potável na cidade. O governo deu mais uma prova de insensatez na condução dos rumos de nosso povo”.

Procissão de Judas em Pé de Serra

O presidente estadual do Democratas, o ex-governador Paulo Souto, participou dos festejos do Sábado de Aleluia, no município de Pé de Serra, na região Sisaleira. Recepcionado festivamente pela população local, o pré-candidato democrata ao governo estadual se incorporou à tradicional “Procissão de Judas”, um animado cortejo puxado por uma charanga que percorre a cidade, acompanhada pela população em clima carnavalesco, reunindo jovens fantasiados e travestidos.

Iniciada há 78 anos, a “Queima do Judas” de Pé de Serra é uma das mais tradicionais da Bahia. Destaca-se pelas festividades que começam na tarde do Sábado de Aleluia, com a “Procissão” que circula pela cidade até o início da noite, quando o povo se reúne na praça municipal para acompanhar a leitura do testamento, que é sucedida por um show pirotécnico. Posteriormente, à meia-noite, ocorre a queima do traidor de Jesus Cristo, causando uma verdadeira catarse popular.

Segundo o aposentado Astésio Cedraz de Sales, 74 anos, os festejos do Sábado de Aleluia começaram quando Pé de Serra ainda era um povoado de Riachão do Jacuípe.

“Tudo começou com alguns jovens que utilizavam as hastes das plantas dos mamoeiros como rudimentares instrumentos musicais de sopro para puxar o cortejo. Até que os senhores Alexandre Cana Brasil e Otaviano Carneiro Rios, que eram da filarmônica de Riachão, arranjaram uns instrumentos de verdade e foi formada a primeira charanga para animar a ‘Procissão de Judas’”, conta Astésio.

O ex-governador Paulo Souto se contagiou com a alegria e animação da população de Pé de Serra. “É uma tradição cultural com características muito interessantes”, comentou.

A todo o momento, o pré-candidato democrata era cumprimentado por moradores da cidade, que lhe agradeciam pela construção da praça municipal, realizada durante seu governo.

“Todo mundo aqui gosta de Paulo Souto. Foi ele quem fez esta praça que hoje é orgulho de nossa cidade”, disse a senhora Tereza de Jesus, de 74 anos, acompanhada da irmã Amazilda, de 76 anos.

Ex-governador Paulo Souto (DEM) é recebido por membros da comunidade de Caetité.
Ex-governador Paulo Souto (DEM) é recebido por membros da comunidade de Caetité.
Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 120728 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br.