Lula elogia o ex-ministro Geddel Vieira Lima e novo ministro da Integração Nacional toma posse prometendo continuar trabalho

Logomarca Jornal Grande Bahia.
Logomarca Jornal Grande Bahia.

Lula elogia o ex-ministro

Na solenidade de desincompatibilização dos ministros que vão disputar as eleições de outubro, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva fez questão de elogiar publicamente o baiano Geddel Vieira Lima, pré-candidato ao Governo do Estado, que deixava a pasta da Integração Nacional. De acordo com a Agência Estado, o presidente definiu o ex-ministro como “muito tinhoso e brigão”, ao comentar a sua personalidade combativa. E ainda ressalvou outra qualidade que ele identifica em Geddel: um cumpridor “extraordinário” de tarefas.

“Não sou só eu que falo isso. Dilma também falou isso muitas vezes. É uma pena que você deixe o governo”, lamentou Lula. O presidente agradeceu a Geddel pelos três anos de dedicação e trabalho, sobretudo por ter ele viabilizado as obras de transposição do rio São Francisco. E sugeriu ao presidente da Câmara, Michel Temer (PMDB), presente ao evento, que levasse parlamentares da Casa para conhecer as obras coordenadas pelo ex-ministro, que estão em andamento no Nordeste. “Os deputados precisam ver o que está acontecendo no Nordeste”.

Novo ministro da Integração Nacional toma posse prometendo continuar trabalho de Geddel Vieira Lima

O novo ministro da Integração Nacional, João Reis Santana Filho, tomou posse hoje (31) prometendo dar continuidade ao trabalho de Geddel Vieira Lima, que deixou o cargo para disputar o governo da Bahia. De acordo com Santana, além da conclusão das obras incluídas no Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) que já estão em andamento, o ministério também vai priorizar as ações previstas na segunda etapa do programa. Santana também prometeu impor um ritmo mais rápido na execução das obras do programa.

“Tudo vai continuar do mesmo modo que já vinha sendo feito, só que em um ritmo um pouco mais acelerado porque é o que o presidente quer que façamos”, afirmou Santana, que desde 2009 ocupava a função de secretário executivo do ministério, onde também já respondeu pela Secretaria de Infraestrutura Hídrica, tendo coordenado o Projeto de Integração do Rio São Francisco com as Bacias Hidrográficas do Nordeste Setentrional.

Durante a cerimônia de transmissão do cargo, realizada esta tarde, Santana fez questão de destacar que será um mero executor do desejo do presidente Lula, com uma administração sem privilégios.

“Jamais o ministro me disse que privilegiasse estado A ou B, e o próprio presidente [Lula] jamais deixou de nos dizer que nós não deveríamos continuar sendo republicanos, atendendo aqueles que nos procurassem com projetos e planos de trabalho bem fundamentados. Porque aqui, e no âmbito do governo federal, quem não traz a documentação necessária não tem nenhum sucesso”.

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 116723 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br.