José Serra destaca caráter técnico de seu governo ao se despedir da equipe

Publicidade

Banner da Gujão: Campanha com o tema ‘Tudo fresquinho é melhor’, veiculada em 3 de junho de 2022.
Logomarca Jornal Grande Bahia.
Logomarca Jornal Grande Bahia.

O governador de São Paulo, José Serra, encerrou, há pouco, no Palácio dos Bandeirantes, o discurso em que se despediu dos servidores estaduais e de seu secretariado. Serra vai se desligar do cargo para concorrer à Presidência da República pelo PSDB.

Na cerimônia, da qual participaram prefeitos de vários municípios paulistas e líderes políticos de todos os partidos que apoiam a candidatura de Serra, além de cerca de 4 mil simpatizantes, o governador detalhou as conquistas de sua administração e homenageou seus secretários e assessores.

Serra destacou o caráter técnico de seu governo, lembrando que, nos cargos administrativos do estado, deu prioridade ao conhecimento, e não a indicações políticas. “Sempre tive aversão à tese do ‘dividir para governar’”, afirmou o governador.

“A essência do governo é garantir a vida, os bens e a liberdade do cidadão”, disse ele, ao enumerar os valores que considera fundamentais para o administrador.

Serra ressaltou a importância da integridade na administração pública. “O governo, assim como as pessoas, tem que ter caráter.” Ele acrescentou que sempre buscou resolver seus problemas de maneira eficiente e duradoura. “Não cedo à demagogia das soluções rápidas e fáceis para problemas difíceis”, afirmou.

Sem especificar a quem era dirigido o recado, o ex-governador de São Paulo disse que nunca tentou exagerar nos feitos do governo para conseguir uma cobertura favorável da mídia. “Nós repudiamos sempre a espetacularização e a busca da notícia fácil”.

Dentre as realizações de sua gestão, ele destacou a rápida reação aos efeitos da crise financeira internacional – o que fez São Paulo gerar 1 milhão de empregos diretos e indiretos, segundo Serra – e também a inauguração do Rodoanel Mário Covas, anel viário que tem como objetivo desviar o trânsito de caminhões para fora da capital paulista.

Ele elogiou as gestões passadas, também tucanas, de Geraldo Alckmin e Mário Covas e classificou o legado como “herança bendita”. Em relação a interesses partidários, Serra disse que nunca pendeu para um lado especificamente. “No meu governo, nunca se olhou a cor da camisa partidária, de prefeito ou parlamentar.”

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 122986 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br.