Alagoinhas ganha fábrica peruana de bebidas não alcoólicas

Logomarca Jornal Grande Bahia.
Logomarca Jornal Grande Bahia.

A localização, mão de obra qualificada, matéria prima abundante e o desenvolvimento da economia das cidades do interior baiano são alguns dos fatores que têm atraído empresas de outros países para o estado. O Governo da Bahia, por meio da Secretaria da Indústria, Comércio e Mineração, registrou mais um avanço deste crescimento, com a assinatura do protocolo de intenção que viabiliza a instalação da indústria peruana, de grande porte, de fabricação de bebidas não alcoólicas – a São Miguel Ltda.

A fábrica, uma das maiores da América Latina, será instalada no município de Alagoinhas e vai gerar, na primeira fase de implantação, 500 empregos diretos na região e 200 indiretos, podendo chegar a mais 500 até a instalação. Com investimento inicial de R$25 milhões, a indústria será construída nas imediações da saída da cidade, na BR 101.
O protocolo foi assinado, na segunda-feira (05/04/2010), no auditório da Secretaria da Indústria, Comércio e Mineração, com a presença do secretário James Correia, o prefeito de Alagoinhas, Paulo Cézar, e o empresário peruano Jorge Rolando Añaños.

“A dinamização da economia no interior do estado tem mostrado que a proposta dos governos federal e estadual de descentralizar as ações é positiva para o povo, pois os resultados já são visíveis como o aumento do consumo da classe C, a melhoria da qualidade de vida e a geração de mais emprego e renda nestes municípios. A prova disto é que, no ano passado, em plena crise, o número de empresas novas no interior superou os 50%, enquanto na Região Metropolitana de Salvador cresceu 8%”, afirmou James Correia.

O secretário destacou ainda o exemplo da Cesta do Povo, que se reergueu e hoje é a 6ª maior rede de abastecimento do Nordeste, além das vendas de motos que superou as do Sudeste. “Ela é o retrato do que está acontecendo com a economia da Bahia e do Nordeste. A Bahia tem tido papel importante neste processo, pois, sozinha, gerou 70% dos empregos do Nordeste e conservou 99% deles”.

Os motivos que atraíram a fábrica para a Bahia, como explicou seu presidente, Jorge Añaños, foi a qualidade da água, considerada uma das melhores do mundo, a localização e a mão de obra qualificada. “Pretendemos transformar Alagoinhas em um pólo industrial e espero estar funcionando até o final deste ano”.

Ele acrescentou que o objetivo da empresa é adquirir no município e no estado, as matérias-primas utilizadas na fabricação dos produtos como açúcar, sucos de frutas, embalagens e energia elétrica, movimentando, desse modo, a economia local e regional. “Além disso, pretendemos ter o apoio da universidade e aproximar a comunidade”.

Em contrapartida, a prefeitura de Alagoinhas, município onde está instalada a fábrica da Schincariol, vem oferecendo benefícios fiscais como redução de impostos, o que deverá levar empreendimentos como Casas Bahia e Le biscuit.

Com capacidade de produção girando em torno de 16 milhões de litros por mês, a indústria São Miguel Ltda produz bebidas não alcoólicas como refrigerantes, sucos, bebidas cítricas e águas saborizadas.

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 116505 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br.