Vereadora Eremita rebate as acusações feitas por Ademir e nega que tenha precisado de Eliana para se reeleger

Logomarca do Jornal Grande Bahia.
Logomarca do Jornal Grande Bahia.

Durante a sua participação hoje (18/03/2010) no programa Livre do Paulão, a vereadora Eremita Mota (PP) disse que compareceu para esclarecer alguns itens mencionados por Ademir Esperidião, irmão da deputada Eliana Boaventura, feita durante o programa de ontem (17), em relação a sua pessoa. A vereadora fez questão de afirmar que ao contrário do que Esperidião disse, ela nunca foi incentivada por Getúlio Barbosa a fazer oposição à deputada. Quanto ao seu discurso na Câmara de Vereadores no último dia 10 foi por livre e espontânea vontade e não sofreu qualquer tipo de influência.

“Toda a confusão teve iníciou porque segundo Eliana não estamos (Eremita e Getúlio) ajudando o partido e por isso nosso mandato só iria valer até 2011. Sem falar que a deputada Eliana juntamente com outros membros do partido se reuniram para fazer as coligações e nos deixou sem informações do que acontecia, talvez a raiva dela seja a partir do momento em que não conseguiu reeleger o candidato dela, o qual não posso afirmar que seria Antônio Joel, afinal são parentes. Fiquei zangada por não está ciente do que acontecia no PP, eles só decidiram nos colocar a par da situação muito depois das decisões tomadas,”, desabafa a vereadora.

A vereadora aproveitou a oportunidade para desmentir a acusação feita por Ademir Esperidião que calssificou o vereador Getúlio Barbosa como uma pessoa chegada a promover encrencas entre os amigos. “Quero dizer que nunca houve conversa sobre desavenças relacionadas ao grande político e médico Getúlio Barbosa. Getúlio se tornou vice-presidente da Câmara porque ele foi competente, nunca precisou pedir para ocupar o cargo, quem pediu e que foi até o prefeito (José Ronaldo) foi Antonio Joel, e não foi atendidos em suas perspetivas. Meu pai sempre dizia a gente ganha na porta da frente e paga na porta de trás”.

Eremita conclui a sua participação afirmando que em momento algum precisou de Eliana Boaventura para se reeleger e que sozinha já tem quatro mil votos, “eu hoje tenho quatro mil votos em Feira de Santana, e são votos de pessoas que eu visito e tomo cafezinho. Em seguida fez um apela para que Getúlio continue na política”.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 109713 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]