Vereador Roberto Tourinho denúncia a relação existente entre empresários de transporte e o poder público em Feira

Logomarca do Jornal Grande Bahia.
Logomarca do Jornal Grande Bahia.

O vereador Roberto Tourinho (PSB) voltou a denunciar hoje, na tribuna da Câmara Municipal, o que classificou como “relação promíscua” entre os empresários de transporte e o poder público de Feira de Santana. Ele acredita que a aquisição de alguns ônibus novos seja um golpe para justificar um novo aumento de tarifas e voltou a criticar o serviço oferecido ao usuário.

“São ônibus velhos e tarifas caras”, disse Tourinho, lembrando que por conta dessa deficiência os usuários optaram pelo transporte clandestino, que posteriormente foi regularizado pela prefeitura. Apresentando os valores de tarifas de várias capitais brasileiras, o vereador lembrou que no ano passado o aumento da passagem em Feira foi aprovado “na calada da noite”.

De acordo com o vereador, em Brasília, cuja população é superior a 2,6 milhões de habitantes, a tarifa do transporte coletivo é igual à de Feira de Santana (R$2,00). Ele citou ainda as capitais: Campo Grande (R$2,50); Florianópolis, Belo Horizonte, Porto Velho, Porto Alegre e São Paulo – uma das maiores cidades da América Latina – (R$2,30); Manaus, Salvador, Goiânia, Curitiba e Rio de Janeiro (R$2,20).

Além de considerar insignificante o percentual de renovação – 10 ônibus para uma frota de 200, ou seja, o equivalente a 0,5% – Roberto Tourinho também questionou se os veículos são realmente novos. “Os empresários estão acostumados a pintar ônibus velhos e dizer que são novos”, disse Tourinho, obtendo do vereador Luiz Augusto de Jesus (DEM) a garantia de que os ônibus são novos.

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 112675 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]