Vereador Getúlio Barbosa: apoio a Paulo Souto, critica Eliana Boaventura na condução do PP e diz ter simpatia pela candidatura de Geilson

Getulio Barbosa: “solicitei o meu afastamento do partido... Quanto ao apoio da deputada Eliana a Wagner, este deve ter ocorrido porque ela ama Feira e pelos belos olhos azuis do governador. Foto: Carlos Augusto | Guto Jads | Jornal Feira Hoje
Getulio Barbosa: “solicitei o meu afastamento do partido... Quanto ao apoio da deputada Eliana a Wagner, este deve ter ocorrido porque ela ama Feira e pelos belos olhos azuis do governador. Foto: Carlos Augusto | Guto Jads | Jornal Feira Hoje
Getulio Barbosa: “solicitei o meu afastamento do partido... Quanto ao apoio da deputada Eliana a Wagner, este deve ter ocorrido porque ela ama Feira e pelos belos olhos azuis do governador.   Foto: Carlos Augusto | Guto Jads | Jornal Feira Hoje
Getulio Barbosa: “solicitei o meu afastamento do partido… Quanto ao apoio da deputada Eliana a Wagner, este deve ter ocorrido porque ela ama Feira e pelos belos olhos azuis do governador. Foto: Carlos Augusto | Guto Jads | Jornal Feira Hoje

O médico e vereador feirense Getúlio Barbosa (Partido Progressista – PP), durante recente entrevista concedida ao Jornal Grande Bahia . Com. Br aborda temas variados sobre a política em Feira de Santana, do Estado e por extensão do Brasil. Embora goste de exercer a atividade política, garante que se sente desmotivado e que pretende até mesmo se afastar da vida pública. Ele também revela que estará apoiando o pré- candidato ao governo do Estado, Paulo Souto, no âmbito federal diz que ainda não se encontra definido, mas garante ter uma forte simpatia por Marina da Silva (PV), por quem nutre uma admiração especial. Nesta reportagem, ele faz uma rápida abordagem sobre os embates políticos que estão sendo travados no interior de seu partido ao qual já solicitou da executiva do PP o seu desligamento, entre outras questões polêmicas.

JGB – O seu grupo político apoiou o prefeito Tarcízio Pimenta (DEM). Acerca de um ano atrás o seu partido passou a apoiar o governo petista de Jaques Wagner. Durante todas essas mudanças em algum momento o vereador foi pressionado a fazer oposição ao prefeito?
Getúlio Barbosa – O PP era aliado do Democratas e na eleição de 2008 fizemos coligação com o então prefeito José Ronaldo e ela está valendo até hoje. Quanto ao apoio do partido que conta com duas secretarias no governo de Wagner, esta decisão foi adotada pela executiva estadual do PP. A executiva municipal não fez nenhuma reunião para comunicar sobre as mudanças e eu, particularmente me senti, enquanto membro do partido e vereador, incomodado por não ter sido consultado. Considero a condução política do partido como antidemocrático, é como se o partido tivesse dono. Continuo na base de apoio do governo municipal de Feira. Quanto à postura da deputada Eliana Boaventura, ela dispensa um tratamento ao partido como se o mesmo fosse propriedade dela. Enviando recados para que a vereadora Eremita Mota de Araujo passe a apoiar o governo Wagner, o que eu particularmente não farei.

Já solicitei o meu afastamento do partido, o que possivelmente não vai acontecer. Quanto ao apoio da deputada Eliana Boaventura a Jaques Wagner, este deve ter ocorrido porque ela ama Feira e pelos belos olhos azuis do governador.

JGB – Se a executiva do PP conceder o seu desligamento, qual o partido que o vereador ingressará?

GB – Inicialmente ficaria sem partido. A minha tendência é deixar a vida pública, embora eu goste da política e do debate, mas não posso permanecer em um partido em que quer me conduzir a reboque. Já estou maduro e não posso ser tocado à base do chicote, essa fase na política baiana já passou e na época eu combati este modelo de política. Não sou candiato à reeleição de vereador nem a deputado. Mas pretendo me filiar a algum partido. Com relação ao apoio político nas eleições de 2010, devo dizer que tenho uma simpatia pela pré-candidata a presidente Marina Silva (PV) pela sua luta e por tudo que ela representa para o Brasil, quanto ao Partido dos Trabalhadores tenho algumas críticas ao seu programa político como a questão da Bolsa Família; também me posiciono contrário a investimentos de capital privado em empresas estatais, estas têm que contar com investimento do governo.

JGB – Recentemente o seu nome foi citado pela maioria da imprensa feirense para assumir a Secretaria de Saúde do Município. O senhor chegou a ser sondado pelo governo municipal neste aspecto?

GB – Eu posso dizer que fiquei muito lisonjeado por ter o meu nome lembrado, principalmente pelos vereadores da bancada de sustentação do governo. Posso adiantar que durante toda esta especulação em torno do meu nome, em momento algum mantive qualquer tipo de contato com o prefeito sobre esta possibilidade, até mesmo por considerar este assunto como uma prerrogativa do prefeito Tarcício Pimenta.

JGB – Ainda a pouco o vereador manifestou simpatia pela candidatura à presidencia de Marina da Silva e até mesmo pela de Dilma Rousseff. No âmbito estadual pretente apoiar qual candidato?

GB – No âmbito estadual vou apoiar o pré-candidato a governo Paulo Souto, em consideração a José Ronaldo e o prefeito Tarcízio Pimenta. No tocante ao deputado federal Luis Bassuma a quem eu considero como um bom parlamentar, não vou apoiá-lo por considerar que ele tem uma visão ‘caolha’ com relação a questões da homosexualidade. A sociedade contemporânea tem que aprender a viver com esta realidade. Outra questão é do aborto, eu considero o aborto como um direito da mulher, por ser dona de seu corpo, cabe a ela decidir. Sou plenamente favorável a prática do aborto com responsabilidade, quanto à polêmica que se coloca contrária, ela parte como forma de pressão da igreja católica que ainda não entendeu que o Estado é laico.

JGB – Recentemente o vereador apresentou uma emenda a lei municipal que nomeia logradouros públicos. Existe uma lei federal que regulamenta essa questão. Esta sua emenda não vai de encontro às leis estadual e federal?

GB – O que existia anteriormente na Câmara Municipal de Feira de Santana é que qualquer vereador podia apresentar um projeto mudando o nome de ruas, não havia regulamentação alguma neste sentido. O que nós fizemos, eu juntamente com o vereador Luis Augusto, foi elaborar um projeto que não entra na questão da lei. Agora o vereador que quiser trocar o nome de um logradouro público tem que contar com mais de 51% de apoio dos moradores do local e na Câmara Municipal com o apoio de dois terços dos vereadores.

JGB – Quais os nomes que o senhor pretende apoiar politicamente nas eleições de 2010?

GB – Eu tenho simpatia pessoal pela candidatura de Carlos Geilson, com relação ao governo federal ainda não tenho posição definida.

JGB – O sistema de saúde de Feira é Pleno, mas existe uma carência muito grande no setor por falta de uma política municipal mais eficiente, embora haja muitos recursos disponíveis. Qual a sua posição em relação a esta realidade?

GB – Fico muito à vontade para falar sobre esta questão por ser médico clínico, intensivista e nefrologista. Ao contrário do ocorre cotidianamente eu sou muito criterioso na solicitação de exames. Com relação aos abusos existentes neste aspecto, eles ocorrem em função da falha da formação médica nas faculdades de medicina que está colocando no mercado médicos precocemente especializados sem a devida formação clínica.

JGB – Como o senhor avalia o governo De Tarcízio Pimenta?

GB – Posso lhe adiantar que fiquei surpreso. Eu pensei que ele levaria mais tempo para se adaptar ao cargo de executivo, mas em apenas pouco mais de seis meses o prefeito Tarcízio Pimenta supreendeu a todos de forma positiva. O que se esperava é que incialmente a administração de Pimenta caisse um pouco em relação à boa administração exercida pelo ex-prefeito, José Ronaldo de Carvalho, e que só depois de algum tempo iria alcançar o patamar de seu antecessor. O que não aconteceu. A administração de Tarcízio se nivelou rapidamente a de Ronaldo, além de apresentar ideias novas como a saúde digitalizada, entre outras conquistas sociais importantes. Quem sai ganhando com o empenho e dinamismo do prefeito é o povo de Feira. Com relação ao que eu desejo para o povo feirense é que neste período eleitoral escolha bem o seu candidato.

*Com informações de Carlos Augusto e Sérgio Jones

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 109881 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]