UN-Habitat: cidades devem ser acessíveis para futuras gerações

Logomarca do Jornal Grande Bahia.
Logomarca do Jornal Grande Bahia.

5º Fórum Urbano Mundial terminou nesta sexta-feira no Rio de Janeiro; evento reuniu durante uma semana participantes de todo o mundo sob o tema ‘O Direito à Cidade: Construindo o Urbano Dividido’.

Sob o tema ‘O Direito à Cidade: Construindo o Urbano Dividido’, o evento promovido pelo Programa das Nações Unidas para Assentamentos Humanos, UN-Habitat, recebeu mais de 10 mil participantes.

Vontade Política

Os números foram revelados pela diretora-executiva da agência da ONU, Anna Tibaijuka, durante a cerimônia de encerramento do Fórum.

Ela disse que o mundo deve ter vontade política para que as cidades sejam acessíveis para as próximas gerações. Tibaijuka disse que agora é a hora para agir.

Vários temas foram abordados nos cinco dias de evento, como o acesso à moradia adequada nos centros urbanos, a segurança das mulheres nas cidades e as condições de vida nas favelas.

Uma sessão especial sobre o Haiti teve a participação do primeiro-ministro do país, Jean-Max Bellerive.

Campanha

O UN-Habitat também lançou a ‘Campanha Urbana Mundial’, com objetivo de unir os setores público e privado e a sociedade civil para que governos coloquem a urbanização sustentável como prioridade das agendas globais.

Anna Tibaijuka anunciou que o Bahrain será a sede da próxima edição do Fórum Urbano Mundial.

Terminou nesta sexta-feira no Rio de Janeiro o 5º Fórum Urbano Mundial, que reuniu durante uma semana líderes de governo, ministros, prefeitos, especialistas e agências da ONU para discutir a situação das cidades no mundo.

*Com reportagem de Arthur Orlando do Centro de Informações das Nações Unidas no Brasil, Unic-Rio.

*Com informações da Rádio ONU

Redação do Jornal Grande Bahia
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 107981 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]