O deputado federal Fernando de Fabinho evita comentar saída do DEM e ingresso no Governo Wagner e Ronaldo rebate críticas de Zé Neto

Logomarca do Jornal Grande Bahia.
Logomarca do Jornal Grande Bahia.

Militando a 20 anos no partido Democratas, Fernando de Fabinho tem sido alvo de especulações sobre sua ida para o Governo Wagner, com objetivo de assumir uma secretária. O que possibilitaria a manutenção de Jairo Carneiro na condição de deputado federal pelo PP (Jairo pertencia ao DEM). Fernando prefere não comentar o assunto, afirma que mantém laços de amizade pessoal com José Ronaldo, e que o período é favorável a composição de forças e especulações políticas.

José Ronaldo confirma encontro com Fabinho, mas diz que busca apenas aconselhar-se e trocar impressões políticas sobre o quadro sucessório atual. “Em momento algum ele, Fernando de Fabinho, demonstrou insatisfação com relação ao DEM”, afirma Ronaldo.

José Ronaldo (DEM) x José Neto (PT)

O ex-prefeito de Feira de Santana, Ronaldo, deu umas estocadas no deputado estadual José Neto (PT). Disse que o deputado o crítica com relação ao Hospital Dom Pedro de Alcântara (HDPA) para omitir as falhas do governo do estado na gestão da saúde em Feira de Santana. “Uma pessoa morre por falta de atendimento no HGCA (Hospital Geral Cleriston Andrade), o que eu tenho a ver com isto?”, questiona o ex-prefeito.

José Neto diz que falta uma política de saúde municipal para urgência e emergência, o que tem levado o HGCA a ter que atender uma demanda de pacientes bem acima da sua capacidade de atendimento. Ele culpa o ex-prefeito José Ronaldo e afirma que “foram destinados R$ 2,4 milhões para o governo municipal durante a gestão de Ronaldo. Este preferiu gastar o dinheiro com exames de alta complexidade, evitando investir no HDPA. Sobrecarregado o atendimento do Cleriston Andradade”.

Sobre Carlos Augusto 9455 Artigos
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Ex-aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518) e a Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia), dirige e edita o Jornal Grande Bahia (JGB).