Noite cubana encerra temporada 2010 do Espicha Verão

Uma grande e animada festa cubana em alto mar. Assim foi o encerramento da terceira edição anual do projeto Espicha Verão, neste sábado (13/03/2010), com o show internacional de integrantes do Buena Vista Social Club, uma das maiores expressões da cultura de Cuba. O grupo se apresentou para cerca de 60 mil pessoas, em um palco flutuante numa das praias mais belas do mundo, o Porto da Barra.

Em destaque, o músico Barbarito Torres – grande estrela do Buena Vista e duas vezes indicado ao Grammy – acompanhado de Ignácio Mazacote, lenda viva da cultura cubana. A apresentação durou cerca de 1h40, numa homenagem à América Latina.

Enquanto isso, baianos e turistas aproveitaram o show diretamente das areias do Porto e até mesmo de dentro do mar, em despedida à iniciativa da Bahiatursa e da Secretaria de Turismo do Estado e ao verão, que se aproxima do fim. “Um projeto diferenciado, único. Estou impressionando com a originalidade e a receptividade da Bahia. Ano que vem estarei aqui novamente”, comentou César Martins, turista de Maringá (PR).

A programação de encerramento do projeto trouxe, também, uma exposição de 36 imagens do fotógrafo francês Pierre Verger, em reforço as homenagens prestadas ao continente latino. As fotografias figuraram nos postes do circuito do Praia 24h – ação musical do Espicha Verão – garantindo um cenário diferenciado à Barra.

O público pode conferir, ainda, uma feira de artesanatos do interior da Bahia, cinema ao ar livre e uma exposição de pinturas feitas, na hora, por alunos da Faculdade de Belas Artes da Universidade Federal da Bahia (Ufba). Tudo isso, na Praça das Artes, em frente ao Forte Santa Maria, que ofereceu um coreto com grupos de Chorinho, garantindo um clima interiorano em plena capital da Bahia.

Além disso, as delícias da culinária baiana estiveram à disposição a preços populares, na Praça da Gastronomia, junto aos bares e restaurantes do Porto. A idéia movimentou o comércio local, impulsionando, também, as vendas realizadas pelos cerca de 500 ambulantes, que trabalharam durante o Espicha.

A estimativa da Bahiatursa é de um incremento de 10% nas vendas, com relação à edição 2009. “O projeto foi muito bom para nós. Já vendi seis isopores de cerveja, refrigerante e água só hoje! Estou muito feliz”, comemorou a ambulante Eliane dos Santos.

Edição 2010 leva cerca de 100 mil pessoas ao Porto
Pelo terceiro ano consecutivo, os baianos puderam aproveitar gratuitamente atrações culturais de qualidade e os turistas puderam aumentar a temporada de férias na Bahia. O Espicha Verão, com destaque ao projeto Praia 24 Horas, manteve o sucesso e a originalidade refletidos no Porto do Barra.

Segundo o balanço prévio da Bahiatursa, foram investidos quase R$ 2 milhões na iniciativa, que atraiu cerca de 100 mil pessoas, das quais 20% foram turistas. Isto possibilitou o aumento de 15% da média de ocupação dos hotéis da cidade, que normalmente registram 50% de registros no pós-carnaval, frente os 65% observados com a realização do Espicha.

“Ao invés de promoções com redução de preços, apostamos numa alternativa diferenciada. Trouxemos um produto de qualidade tanto para baianos quanto para os turistas, promovendo quase um quarto mês de verão, que melhora o segmento turístico da Bahia, com a aprovação da população”, afirmou a presidente da Bahiatursa, Emília Silva.

O projeto aconteceu nos sábados 27/02, 06/03 e 13/03, com as respectivas homenagens a Dorival Caymmi, ao Dia Internacional da Mulher e à América Latina. Além de atrair visitantes e esticar a permanência de quem já está na Bahia, o Espicha Verão valorizou os artistas locais, que ocuparam 90% da grade de programação.

Os shows se intercalaram entre o placo flutuante, onde tocou Buena Vista, Orquestra Rumpilezz, Samba das Moças, entre outras atrações, e o palco montado na areia, que trouxe Gerônimo, Aloísio Menezes, Juliana Ribeiro, Tuzé de Abreu.

Pelas ruas do Porto, diversas manifestações culturais interagiram com o público como os grupos Zambiapunga, os Mascarados (Carnaval de Maragojipe), Filó (teatral), Ganhadeiras de Itapoã, Paruano Sai Milhó, Banda Didá e Banda do Habeas.

De acordo com o Capitão Moreno, da Polícia Militar, durante os três sábados de Praia 24 Horas, nenhuma ocorrência foi registrada no local da festa. “O projeto é divertido, de qualidade. Um ponto a favor do Governo do Estado, que se preocupou em manter os turistas oferecendo uma estrutura cultural diversificada a população, com shows gratuitos para toda a família”, comentou o publicitário Neilton Sales, que acompanhou o encerramento da ação.

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Faça uma doação ao JGB

About the Author

Redação do Jornal Grande Bahia
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]