Justiça nega liminar a empresas de telefonia que questionavam contribuição para radiodifusão pública

Logomarca do Jornal Grande Bahia.Logomarca do Jornal Grande Bahia.

Brasília – A juíza substituta da 6ª Vara Federal do Distrito Federal, Maria Cecília Marcos, negou ontem (11/03/2010) uma liminar ao Sindicato das Empresas de Telefonia e de Serviço Móvel Celular e Pessoal (Sinditelebrasil) contra a Contribuição para o Fomento da Radiodifusão Pública, instituída pela Lei nº 11.652/2008.

O sindicato contestou a legalidade da contribuição. Na decisão, a juíza alega que a contribuição não afronta a legislação por ser usada para custear a Empresa Brasil de Comunicação (EBC), gestora da Agência Brasil e também criada na lei.

“O exame dos seguintes dispositivos da Lei nº 11.652/2008 bem evidencia que o tributo profligado [questionado] visa em verdade a custear a Empresa Brasil de Comunicação S.A. – EBC, cuja criação foi autorizada pela aludida lei”, afirma. “Não há campo e motivo para a intervenção, visto que o setor a ser supostamente fomentado – e na prática custeado – é a radiodifusão pública, em que não existem, por óbvio, distorções causadas pela livre iniciativa”, argumenta.

De acordo com a lei, pelo menos 75% da contribuição vão para a receita da EBC. A ação do sindicato foi movida contra a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), responsável pela arrecadação dos recursos.

*Com informações da Agência Brasil

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Faça uma doação ao JGB

About the Author

Redação do Jornal Grande Bahia
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]