Carta para meu filho | Por Roque do Carmo Amorim Neto

Logomarca do Jornal Grande Bahia..Logomarca do Jornal Grande Bahia..

Querido Spencer,

Hoje sua mãe e eu celebramos o segundo aniversário de nosso casamento. Decidimos ficar em casa e preparar nosso jantar. Ela está na cozinha agora. Eu também estava lá há poucos minutos, mas seguidamente me distraía observando a barriga de sua mãee pensando em você. Por isto resolvi parar e escrever esta carta, apenas para que saiba que você é a razão da alegria que sinto hoje e provavelmente também seria no futuro, se estivéssemos juntos. Como você já sabe, nós não nos encontraremos. Tenho apenas mais dois meses de vida e quero partilhar alguns pensamentos sobre mim, sobre o mundo em que vivemos e dar alguns conselhos.

Meus olhos estão lacrimejantes e não é devido à cebola que há pouco eu picava. Estou emocionado porque tenho tantas coisas para dizer, mas se eu tivesse que escolher apenas uma, eu diria: seja uma pessoa de esperança! Esta é a melhor conclusão a que cheguei na vida. Esperança é sempre necessária e nunca é demais. Construí minha vida sobre a esperança. Sua mãe provavelmente lhe contou que nasci com uma doença degenerativa, a qual agora me afasta daqueles que amo. Precisei lutar contra a doença durante toda minha infância para ter alguma qualidade de vida. Quando eu era adolescente lutei contra mim mesmo para me tornar um pouco mais sociável e fazer parte de um grupo de amigos. Acreditei ser possível e venci. A esperança esteve comigo, não apenas nos momentos difíceis ou no passado, mas também agora quando tenho apenas poucos dias por aqui. A esperança também esteve comigo quando eu vi sua mãe pela primeira vez e senti meu coração bater acelerado. Esperei algumas semanas para receber um doce sorriso. Isto não foi fácil, mas não desisti.

Não quero assustá-lo, mas desejo que você seja um homem de esperança não apenas por causa da pessoa que você amará. Estou seguro que você encontrará uma pessoa especial. Desejo que seja uma pessoa de esperança especialmente pelo fato de nosso planeta não ser tão seguro e tão saudável quanto gostaríamos.

Quando era criança e vivia no Brasil, minhas irmãs e eu brincávamos com os vizinhos na rua, enquanto nossos pais sentavam juntos para conversar. Hoje em dia mesmo os adultos não podem ficar tanto tempo nas ruas. As pessoas estão trancadas em suas casas e condomínios. Vivemos em um estado generalizado de violência. Crianças não podem brincar nas ruas, pois correm o risco de serem sequestradas. Contudo, isto é apenas um reflexo do que chamamos de violência globalizada. Países lutam entre si por combustíveis, dinheiro e status quo.

Como você sabe a ganância por dinheiro e poder provoca guerras e a destruição do meio ambiente. Os bens do planeta estão sendo explorados agressivamente, e é doloroso saber que enquanto pessoas gastam tantos dinheiros para se sentirem glamorosas e atrativas, milhares de crianças morrem todos os dias por não terem comida ou água potável. É deprimente perceber que algumas espécies foram extintas por razões frívolas: roupas, joias e cosmésticos.

Filho, meu desejo é que quando você seja adulto suficiente para ler esta carta, o Afeganistão e o Iraque sejam países pacíficos e desenvolvidos, e que a floresta amazônica ainda esteja viva. Também desejo que você não precise participar ou mesmo assistir a alguma guerra.

No entanto, se tudo isto não acontecer, espero que você seja um homem de esperança que confia nos seres humanos, e que é capaz de fazer algo para promover a qualidade de vida daqueles que precisam de ajuda. Você não precisa ser político para se posicionar contra a guerra, você pode trabalhar árdua e silenciosamente pela paz, onde você estiver. E se você realmente tentar e oferecer o melhor de si mesmo por uma causa, não se preocupe com as derrotas. É melhor tentar e falhar do que apenas sentar diante da TV e culpar o governo por todos os problemas sociais. Desejo que você seja um cidadão que faça a diferença em sua própria vida e na vida de sua comunidade.

Spencer, meu amado filho, ser um homem de esperança não tem valor algum se você não agir. Não pense que esperei sua mãe passivamente. Eu lutei por ela. Dei o máximo de mim para atrair a atenção dela, para fazê-la pensar em mim e finalmente se apaixonar por mim. Foi difícil, mas valeu o esforço. Para ter sucesso na vida de modo decente, de tempos em tempos você terá que fazer alguns sacrifícios porque é assim que aprendemos com a vida. Entretanto, só se adquire sabedoria quando os sacrifícios são fruto de uma escolha consciente e livre.

Adoraria continuar escrevendo para você, mas sua mãe precisa de minha ajuda na cozinha. Espero que a comida não esteja queimando. Ah! Se você for casar, por favor, aprenda a cozinhar, isto lhe dará pontos extras com sua esposa.

Viver é bom…

Tenha certeza de meu amor!

Seu pai.

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Faça uma doação ao JGB

About the Author

Redação do Jornal Grande Bahia
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]