Bahia sedia eventos importantes de cebolicultura

Logomarca do Jornal Grande Bahia..
Logomarca do Jornal Grande Bahia..

Responsável por aproximadamente 20% da produção nacional de cebola e com mais de 60 mil pessoas vivendo direta e indiretamente dessa cultura, o Nordeste recebe, pela quinta vez, o 22º Seminário Nacional da Cebola (Senace), que será realizado, nestas quarta e quinta-feira (3 e 4/03/2010), no município de Casa Nova, na região do Vale do São Francisco.

O evento deverá reunir mais de duas mil pessoas de vários estados brasileiros e de países como Argentina e Uruguai. Uma oportunidade de promover a integração dos que fazem a cadeia produtiva do agronegócio da cebola, com discussões relativas à cultura como sistemas de produção, previsão de safras, novos recursos e técnicas de cultivo. O evento acontece em paralelo com o 13º Seminário da Cebola do Mercosul.

No encontro, que já faz parte do calendário nacional de eventos agrícolas, o secretário da Agricultura, Roberto Muniz, apresentará importantes políticas públicas voltadas ao desenvolvimento da cultura no Vale do São Francisco.

A região compõe o principal polo de produção de cebola do Norte/Nordeste, sendo Casa Nova o maior município produtor da Bahia e 2º no ranking nacional, com mais de 3,6 mil hectares plantados – 34% da área de cebola do estado.

Potencial

A cebolicultura na Bahia é uma atividade praticada principalmente por pequenos produtores e a sua importância socioeconômica está não apenas na rentabilidade, mas na grande demanda de mão-de-obra, contribuindo para a viabilização de pequenas propriedades e na fixação dos produtores na zona rural, reduzindo a migração para as grandes cidades.

Segundo dados da Superintendência de Política do Agronegócio (SPA) – Seagri, considerando o período de 2000 a 2009, a área colhida com cebola na Bahia passou de 4,518 mil hectares para 9,7 mil hectares, o que representa um aumento da ordem de 114,8%.

A produção de cebola no mesmo período saiu de 74 mil toneladas para 223,4 mil toneladas, um incremento de 199%. Esses números elevaram a Bahia de 5º lugar em 2000 para o segundo maior produtor nacional de cebola.
Neste período, observa-se também um bom aumento na produtividade, que sai de 16,527 mil quilos por hectare (kg/há) para 23,0 mil kg/ha, superior a média nacional, que ficou em 21,4 mil kg/ha em 2009.

Na Bahia, a cebola é produzida em 40 municípios, distribuídos em 11 territórios de identidade, sendo o Território Sertão do São Francisco o principal polo produtor. Dentre os principais municípios baianos produtores de cebola estão Casa Nova, Sento Sé, Juazeiro Ibicoara, Curaçá e Sobradinho, que, juntos, respondem por 88% da produção estadual.

Redação do Jornal Grande Bahia
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 108210 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]