Confira a coluna de Antônio Larangeira de 9 de março de 2010

Antônio José Larangeira.
Antônio José Larangeira.

Anel de Contorno

A duplicação do Anel de Contorno de Feira de Santana foi tema, da quinta-feira (04/03/2010), de mais uma audiência do senador João Durval (PDT-BA) com o diretor-geral da ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres), Bernardo Figueiredo. Detalhes técnicos impedem a duplicação completa do anel, que deverá ser feita pela empresa que ganhou a licitação para melhorar a BR 324 no trecho Salvador-Feira de Santana e duplicar a BR 116 de Feira de Santana à fronteira com o Estado de Minas Gerais.

Desde que iniciou o mandato em 2007 João Durval tem lutado pela duplicação do Anel de Feira. Já manteve inúmeras conversas com o Ministro dos Transportes, Alfredo Nascimento e agora busca informações junto à ANTT. A decisão política de fazer a obra já está tomada, mas existem questões jurídicas a ser resolvidas para incluir os pouco mais de 8 km restantes no contrato de concessão. Conforme o diretor da ANTT, Bernardo Figueiredo, não há qualquer dúvida de que é possível incluir esse trecho no contrato. Mas revelou que é preciso inicialmente superar as questões burocráticas, que até agora impediram a tomada de uma decisão.

No encontro o senador baiano reforçou a importância da duplicação tanto para Feira de Santana quanto para os motoristas que passam pela cidade. “Haverá um aumento do tráfego, especialmente de caminhões, neste que é o maior entroncamento do Nordeste. Não é possível duplicar uma parte, deixando de lado um trecho importante que já é motivo de transtorno tanto para os motoristas que passam por Feira, quanto pelos moradores que utilizam o Anel”, disse João Durval.

Cidade Digital I

Como uma ampla infraestrutura de comunicação por uma rede de alto desempenho, com suporte para serviços de internet, intranet banda larga e aplicações corporativas, o Programa Cidade Digital despertou o interesse das Prefeituras do Território Portal do Sertão. Nove prefeitos dos municípios daquele Território de Identidade e representantes de outras Prefeituras locais discutiram o assunto com o secretário estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação, Eduardo Ramos.

Recebidos em audiência no gabinete do secretário, os prefeitos manifestaram o desejo de contar com o Cidade Digital, uma rede para ferramentas como VoIP, videoconferências e até mesmo aplicações em telemedicina. O secretário Eduardo Ramos reafirmou que a prioridade inicial será voltada para escolas, estabelecimentos de saúde, prédios da administração pública e os Centros Digitais de Cidadania (CDCs, além da geração de empregoe renda. Para issso, o Cidade Digital terá recursos federais, oriundos do orçamento dos ministérios, como o Minsitério do Planejamento, verbas de emendas de bancadas e também recursos próprios do Governo da Bahia. Tarcizio Pimenta, foi o exemplo.

Cidade Digital II

Em uma iniciativa pioneira no Estado, os prefeitos acabaram de criar o Consórcio do Território Portal do Sertão, um instrumento para a execução de políticas públicas de interesse comum de seus municípios, sobretudo na área de infraestrutura e saneamento básico e, agora, de ciência e tecnologia. Trata-se de um movimento suprapartidário em busca do bom desempenho do serviço público municipal, com o auxílio do Governo da Bahia. Estiveram na SECTI os prefeitos, Derivaldo Pinto (Irará), Jailson Costa dos Santos (Santa Bárbara).

Juarez Almeida Tavares (Santanopólis), Ailton Souza Silva (Ipecaetá), Antônio Valente Barbosa (Teodoro Sampaio ), Antônio Carlos Paim Cardoso (Amélia Rodrigues), Adailton Nunes de Souza Leão (Água Fria), Rogério Costa (Santo Estevão) e Tânia Yoshida (Conceição do Jacuípe). Também participaram da audiência José Carlos Cerqueira Rodrigues, secretário de Governo de Iraraá, Thaise Lima Pinto, engenheira ambiental e articuladora do Território Portal do Sertão, manoel Antônio Neto, assessor jurídico da Prefeitura de Santanópolis, Geraldo Cunha de Cerqueira, vice-prefeito e Nailson Luiz da Silva, secretário de Agricultura do mesmo município, além de Daniel Moreira, coordenador do Território Portal do Sertão.

Cronograma

A Universidade Estadual de Feira de Santana alterou o cronograma de matrícula dos candidatos aprovados no Processo Seletivo do Programa Especial de Formação para Professores (Proforma e Plataforma Freire), 3ª e 4ª etapas. A matrícula começa em 8 de março. Os convocados para curso a serem oferecidos no campus da Uefs devem conferir as novas datas no portal www.uefs.br, seção Concursos e Seleções. O período de realização da matrícula para os cursos fora de Feira de Santana, nos campi de Santo Amaro (Licenciatura em História, Licenciatura em Geografia e Licenciatura em Matemática) e Lençóis (Licenciatura em Ciências Biológicas) será divulgado posteriormente.

Vaga

Com o falecimento do jurisconsulto Fernando Pinto de Queiroz, surge a vaga na cadeira de numero 33 da Academia Feirense de Letras. Uma homenagem póstuma será prestada ao saudoso escritor e fica aberta as proposições de intelectuais para alcançar a vacância.

Esta coluna é publicada diariamente nos jornais online:

Tribuna da Bahia

Jornal Grande Bahia. Com. Br

Notícias da Bahia. Com. Br

Antonio José Larangeira
Sobre Antonio José Larangeira 3043 Artigos
Antonio José Larangeira nasceu em 11 de janeiro de 1945, é natural de Santo Amaro da Purificação (BA), é formado em Administração, pela Faculdade Anísio Teixeira (FAT). Atua como jornalista profissional, com registro nº 514 (SINJORBA/FENAJ) e publica coluna diária nos jornais Grande Bahia, Pátria Latina e Tribuna da Bahia. E-mail: [email protected]