A péssima situação financeira do Estado da Bahia virou manchete nacional, diz deputado João Carlos Bacelar

João Carlos Bacelar Batista.João Carlos Bacelar: segundo estudo do IAF, nos últimos três anos a arrecadação de ICMS teve o pior crescimento dentre os 27 estados da federação.
João Carlos Bacelar Batista.

João Carlos Bacelar: segundo estudo do IAF, nos últimos três anos a arrecadação de ICMS teve o pior crescimento dentre os 27 estados da federação.

“A péssima situação financeira do Estado da Bahia virou manchete nacional” assim iniciou o seu discurso nesta tarde, 08 de março de 2010, o Deputado Estadual João Carlos Bacelar (PTN), referindo-se a nota publicada na Coluna Holofote da Revista Veja desta semana sobre a arrecadação do Estado.

Para Bacelar a nota da ‘Revista Veja’ com base nos dados do Instituto dos Auditores Fiscais da Bahia que comparou o desempenho dos governadores e o pior resultado foi exatamente o do nosso estado, corrobora com “os fatos relatados pelos deputados de oposição sobre a crise na gestão financeira do Estado”.

O deputado destacou a eficiência na gestão que permitiu o crescimento da arrecadação nos estados do Piauí em 18%, no Ceará em 37% e em Pernambuco 42%, enquanto na Bahia mais uma vez a arrecadação de ICMS de fevereiro de 2010 surpreendeu negativamente, sequer conseguindo repetir os níveis obtidos em 2009. Em 2009, a Bahia apresentou a segunda maior perda de ICMS do país.

Eficiência que segundo o deputado não se repete no Estado Bahia por “causa do aparelhamento da SEFAZ que serve de cabide de emprego para os sindicalistas vinculados ao PT e ao PC do B, que manipulam a máquina fiscal para promover perseguição política”.

Para Bacelar a situação de inanição do Estado na atração de empreendimentos industriais é sentida “quando vemos a Revista Isto É, também desta semana, anunciar a chega ao nordeste de uma das maiores construtoras de motores para navios do mundo, direcionada a Pernambuco, um Estado que atraiu em poucos meses o grande estaleiro do Atlântico Sul, sinalizou a chegada do Tomé-Schain e esta prestes a receber o terceiro estaleiro, o Alusa-Sungdong-Galvão.

“São por esta razões que na Bahia, segundo estudo do IAF, nos últimos três anos a arrecadação de ICMS teve o pior crescimento dentre os 27 estados da federação”, concluiu Bacelar.

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Faça uma doação ao JGB

About the Author

Redação do Jornal Grande Bahia
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]