Wagner destaca projetos logísticos para desenvolvimento da Bahia

Logomarca Jornal Grande Bahia.Logomarca Jornal Grande Bahia.

Além de construir um dia a dia melhor para nossa gente, estamos projetando a Bahia do futuro, avançada, plural, democrática, cidadã e aberta ao mundo”, afirmou o governador Jaques Wagner durante o seu discurso na abertura dos trabalhos da Assembléia Legislativa. Ele apresentou aos deputados as ações do Governo do Estado realizadas em 2009 e as obras que estão em andamento em toda Bahia.

Segundo Wagner, os projetos visam reabilitar e dinamizar a infraestrutura econômica e logística da Bahia, envolvendo todas as regiões, descentralizando o progresso e reintegrando o estado com a economia nacional e global. Entre as obras que devem levar a Bahia ao desenvolvimento estão a Ferrovia de Integração Oeste-Leste, o Porto Sul e o Aeroporto Internacional de Ilhéus.

O governador disse que, para a ferrovia, já foram destinados pelo governo federal, por meio do Plano Nacional de Viação, R$ 4,5 bilhões. Com a construção da Oeste-Leste estão previstas a redução de custos do transporte de insumos e produtos diversos, o aumento da competitividade dos produtos do agronegócio e a possibilidade de implantação de novos pólos agroindustriais e de exploração de minérios.

A ferrovia vai do Tocantins ao Atlântico, passando pelo oeste baiano, nos municípios de Luis Eduardo Magalhães, Barreiras e São Desidério, atravessando o rio São Francisco, em Lapa, seguindo para Caetité, Chapada e BRs 116 e 101. O Porto Sul e o novo Aeroporto Internacional de Ilhéus também fazem parte do ciclo de desenvolvimento econômico.

Via expressa – Para Wagner, em Salvador, a Via Expressa promoverá a solução definitiva para os congestionamentos na região da Rótula do Abacaxi. A proposta é a construção de um acesso moderno e seguro ao transporte de cargas, que atualmente utiliza as avenidas San Martin, Bonocô ou Suburbana e a criação de novas opções para os 62 mil veículos que vão utilizar as novas faixas da via.

A Via encontra com a BR-324, em fase de requalificação pelo governo federal, vai seguir até o anel viário de Feira de Santana e pela BR-116 até Conquista. “É um novo mapa do progresso da Bahia que está surgindo. Passamos a pensar o estado como um todo, não apenas a capital e alguns grandes polos. Estamos presentes em todas as regiões, buscando reduzir as desigualdades sociais e regionais”, enfatizou o governador, que também aproveitou para destacar os investimentos na construção e recuperação das rodovias que cortam a Bahia e de estradas vicinais.

No total foram recuperados 1.852 quilômetros de rodovias e outros 2.367 quilômetros estão em recuperação. Por meio do Programa de Restauração de Rodovias (Premar), foram concluídos 11 projetos executivos com investimento de US$ 186 milhões do Bird e do Governo do Estado.

Emprego e renda – Segundo Wagner, a criação de emprego com carteira assinada tem batido recorde na Bahia. Entre 2007 e 2009 foram criados 170 mil novos empregos formais. Somente no mês de janeiro deste ano, foram gerados no estado 14.424 dos cerca de 18 mil empregos gerados na região Nordeste do Brasil, segundo dados divulgados pelo IBGE.

O governador também destacou o equilíbrio financeiro do estado e o crescimento acima da média nacional, destacando as ações de racionalização e moralização da máquina pública, que através do Programa Compromisso Bahia já economizou R$ 394,8 milhões.

Segurança Pública recebe reforços humano e tecnológico

A Segurança Pública, em 2009, recebeu atenção especial do Estado, com modernização, fortalecimento da infraestrutura, reestruturação das carreiras e capacitação dos profissionais. O efetivo foi ampliado e os salários incrementados. Wagner informou que, somente no ano passado, 3.325 policiais militares foram incorporados e mais 3,2 mil estão em curso de formação. Foram nomeados 44 delegados, 147 investigadores e 111 escrivães de polícia, que já estão trabalhando em municípios no interior.

Com o incremento de 20% nos recursos da segurança, ao longo dos últimos três anos, chegando a quase R$ 2 bilhões, foram implementadas diversas ações, como a implantação do Sistema de Identificação Civil, possibilitando a pesquisa de impressões digitais por meio de consulta do banco de dados nacional. Também foram informatizadas 80 delegacias, por meio da infraestrutura de rede de dados e circuito de comunicação para acesso à internet e aos sistemas de investigação e inteligência policial.

Além disso, foram implantadas cinco novas Delegacias da Mulher e adquiridas 592 viaturas, sendo que mais 900 veículos serão entregues ainda este ano. Em 2009, foram entregues 1.280 coletes balísticos e mais 771 armamentos, dentre pistolas, metralhadoras e fuzis.

Mais de um milhão de baianos saberão ler e escrever até o início de 2011

Em 2009, o Governo do Estado ampliou o acesso à educação de qualidade na Bahia. Mais de 460 mil pessoas já aprenderam a ler e escrever por meio do programa Todos pela Alfabetização (Topa) e outras 482 mil estão na sala de aula. No total, são 23.787 turmas que envolveram 29 mil alfabetizadores. Até o final deste ano serão mais de um milhão de pessoas alfabetizadas pelo Topa. “O nosso sonho é fazer da Bahia território livre do analfabetismo”, disse Wagner.
Segundo o governador, na educação profissional são oferecidas 28.680 vagas, com cursos oferecidos em 83 municípios. Houve também um aumento na oferta de cursos, que hoje contam com 55 modalidades.

Saúde – Na área da saúde, o Governo do Estado está reformando e construindo hospitais. Wagner disse que as obras têm como objetivo desafogar o Hospital Geral do Estado (HGE), Roberto Santos e outros da capital baiana. Em 2009, duas unidades hospitalares foram inauguradas, o Hospital Regional de Juazeiro, com 134 leitos e 20 UTIs, e o de Santo Antonio de Jesus, com 136 leitos e 10 UTIs.

Ainda este ano, serão entregues aos baianos o Hospital do Subúrbio, com 230 leitos e 30 UTIs, e o Hospital da Criança, em Feira de Santana, com 280 leitos e 40 UTIs. Com isso, houve um aumento de 20% a oferta de leitos hospitalares distribuídos por todo estado.

Também foram construídos 239 postos do Programa Saúde da Família e 43 foram reformados. Cerca de mil pacientes foram atendidos por meio do Programa de Internação Domiciliar.

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Faça uma doação ao JGB

About the Author

Redação do Jornal Grande Bahia
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]