Tarcízio Pimenta afirma que acata orientações do Ministério Público, mas antes ouvirá Procuradoria Municipal

Tarcízio Pimenta: “Qualquer proposição oriunda do Ministério Público ou do poder Judiciário, nós buscamos acatar. Mas, antes vamos ouvir a orientação da Procuradoria”.Tarcízio Pimenta: “Qualquer proposição oriunda do Ministério Público ou do poder Judiciário, nós buscamos acatar. Mas, antes vamos ouvir a orientação da Procuradoria”.


Tarcízio Pimenta: “Qualquer proposição oriunda do Ministério Público ou do poder Judiciário, nós buscamos acatar. Mas, antes vamos ouvir a orientação da Procuradoria”.

Tarcízio Pimenta: “Qualquer proposição oriunda do Ministério Público ou do poder Judiciário, nós buscamos acatar. Mas, antes vamos ouvir a orientação da Procuradoria”.

O prefeito de Feira de Santana, Tarcízio Pimenta (DEM), foi questionado quanto à orientação do Ministério Público Estadual, para que governadores e prefeitos retirem do patrimônio público nomes de pessoas vivas. Por ferir princípio constitucional e atentar para com o espírito democrático da impessoalidade da administração,

“Todo o poder emana do povo, que o exerce por meio de representantes eleitos ou diretamente, nos termos desta constituição (Carta Magna de 1988)”. O poder que o governante exerce não pode ser usurpado para benefício próprio ou de outrem, pois a soberania pertence ao povo, este é o entendimento republicano.

Tarcízio posiciona-se sobre o assunto e declara: “nós temos uma Procuradoria Geral do Município, é a instância que nós ouvimos no tocante as questões jurídicas. Qualquer proposição oriunda do Ministério Público ou do poder Judiciário, nós buscamos acatar. Mas, antes vamos ouvir a orientação da Procuradoria”.

Saiba +

MPE orienta que Governador e prefeitos retirem nomes de pessoas vivas em bens públicos sob pena de processos por infração constitucional

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Faça uma doação ao JGB

About the Author

Redação do Jornal Grande Bahia
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]