Radialistas se mobilizam para deflagrar greve na sexta do carnaval

Logomarca Jornal Grande Bahia.Logomarca Jornal Grande Bahia.

A assembleia da Campanha Salarial dos Radialistas que aconteceu ontem à noite, em Salvador e nos demais municípios do interior do estado onde o sindicato está organizado, tirou indicativo de greve por tempo indeterminado a partir da sexta-feira de carnaval. Os trabalhadores reunidos na Faculdade de Arquitetura da UFBA votaram pela paralisação enquanto suas reivindicações não forem atendidas, entre elas, um reajuste salarial de 11,40%.

Espelhados no movimento de 1990, quando repórteres, cinegrafistas, motoristas, operadores, técnicos, locutores e produtores suspenderam suas atividades fazendo com que a cobertura jornalística e a produção de programas locais nas quatro emissoras de televisão e nas rádios ficassem interrompidas durante três dias, os trabalhadores decidiram pela greve.

Naqueles tempos, a negociação com os patrões só foi possível depois da deflagração do movimento grevista pela categoria e parece que agora não está sendo muito diferente.

O patronato oferece uma proposta de reajuste de 4,11%, diz que não vai mudar de idéia e desafia os trabalhadores a pararem se quiserem uma proposta melhor. Os patrões pediram e foram atendidos.
Seremos vitoriosos como em 1990, quando houve 95% de adesão da categoria ao movimento grevista. As eleições baianas de então não foram transmitidas e dessa vez, o carnaval também não será.

Os trabalhadores se manifestaram a favor da greve, uma vez que estão cansados de serem desrespeitados. O setor teve crescimento comprovado em torno de 7% em 2009 e uma previsão de 10% para 2010, segundo a FENAPRO (Federação Nacional das Agências de Propaganda) e o patronato não pode dar ganho real aos radialistas?

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Faça uma doação ao JGB

About the Author

Redação do Jornal Grande Bahia
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]