Prefeitura de Feira de Santana promete digitalizar Sistema de Gestão da Educação

Logomarca Jornal Grande Bahia.
Logomarca Jornal Grande Bahia.

O Governo Municipal vai implantar Sistema de Gestão da Educação com Biblioteca para modernizar a gestão da Secretaria Municipal de Educação em Feira de Santana. A iniciativa vai resultar na informatização geral dos serviços, possibilitando desde a matrícula eletrônica dos alunos até controle de freqüência e notas através da internet pelos pais.

O serviço será implantado por empresa a ser contratada visando desenvolvimento, locação, migração de dados, treinamento e implantação do sistema no município. Os interessados poderão participar de licitação a ser realizada no dia 5 de abril de 2010, às 9hs, na modalidade “Concorrência pública”, tipo “técnica e preço”, sendo que as propostas serão recebidas no Salão de Licitações da Prefeitura, na avenida Sampaio, 344.

O secretário municipal de Educação, José Raimundo Pereira de Azevedo, ressalta a importância dos investimentos em informatização para eficientizar os serviços da secretaria. “Os investimentos vão nos possibilitar uma gestão moderna, com os professores lançando notas no boletim eletrônico, que pode ser consultado pelos pais via internet”, frisou.

Outras vantagens da iniciativa são o acompanhamento da freqüência dos alunos pelos pais via internet e a total informatização das matrículas, tornando os serviços mais ágeis. “Com este instrumento teremos sempre informações atualizadas do número de alunos matriculados e presentes nas escolas”, ressaltou José Raimundo.

O serviço complementar os investimentos desenvolvidos pelo Governo Municipal na rede municipal de ensino. As escolas estão recebendo lousas eletrônica, que funcionam como laboratórios virtuais, condensadores de água para captação do líquido do ar e laboratórios de informática, dentre outros investimentos determinados pelo prefeito Tarcízio Pimenta visando modernizar a educação pública municipal.

Reformas em mais escolas

A Prefeitura de Feira de Santana inicia, nos próximos dias, a reforma de mais duas unidades escolares da rede municipal de ensino. Além das sete escolas que já estão em reforma e outras três entregues na manhã da segunda-feira (22), o prefeito Tarcízio Pimenta também autorizou a recuperação e modernização da Escola Municipal Faustino Dias Lima e Escola Municipal Nilton Bellas Vieira.

A Escola Municipal Faustino Dias Lima está instalada próxima a Escola Municipal José Raimundo Pereira de Azevedo, antigo Caic, no conjunto Feira VII. Com a reforma, englobando pintura e recuperação das instalações, o Governo Municipal também vai implantar equipamentos eletrônicos, a exemplo de lousa eletrônica, que funcionam como laboratórios virtuais, e condensadores de água, captando água do ar.

Já a Escola Municipal Nilton Bellas Vieira está situada no bairro Parque Getúlio Vargas. Com as intervenções visando a recuperação das instalações também receberá lousa eletrônica e condensadores de água, além mobiliário escolar e substituição de quadros negros por quadros brancos.

As melhorias nos prédios escolares também contemplam a Escola Municipal Ana Brandoa, no bairro Tomba, onde inclusive está sendo sanado o antigo problema de minação no pátio interno; a Pré-Escola Municipal Professora Alda Marques e a Escola Municipal Maria Antônia da Costa, ambas no bairro Santa Mônica.

Também estão sendo recuperadas a Escola Municipal Antônio Bispo de Araújo, na região do Aeroporto Governador João Durval Carneiro; e a Escola Municipal João Serafim de Lima, no bairro Parque Ipê.

Enquanto isso, o prefeito Tarcízio Pimenta entregou à comunidade, na manhã de segunda-feira, as escolas municipais XV de Novembro, em Jaíba; Otaviano Ferreira Campos, no Novo Horizonte; e Antônio Albertino Carneiro, no bairro Horto, totalmente recuperadas e digitalizadas, com lousa eletrônica, condensadores de água e novo mobiliários escolar.

Tráfego livre durante execução da obra

Iniciada em dezembro do ano passado, as obras de pavimentação asfáltica da estrada que interliga a sede do distrito da Matinha à rodovia BR-116/Norte não interromperam o tráfego de veículos naquela região, o que tem deixado os usuários satisfeitos, já que não é preciso utilizar desvios.

“Se for necessário o desvio, em determinado período, com certeza, iremos também aprovar, pois a obra era uma antiga reivindicação, já que se trata de uma estrada que interliga o distrito a rodovia federal”, disse o motorista Carlos Alberto Santos ao ressaltar a importância dos trabalhos na região. “A obra pode até causar algum transtorno, neste momento, mas, com certeza, trará benefícios ao longo dos anos”, acrescentou Osvaldo Guerra.

Por sua vez, o fiscal da obra, Alfredo Rego Neto, faz um alerta sobre o perigo de acidentes na região ao revelar o excesso de velocidade de veículos, principalmente nos trechos onde operários trabalham na execução das obras. “Percebemos que alguns motoristas se excedem ao se deparar com a estrada toda plana, sem o mínimo de precaução para evitar acidentes, apesar das placas informando sobre os trabalhos que estão sendo executados na estrada”, lamentou o fiscal.

Ao todo são quase sete quilômetros de extensão de pista, que passaram por análise de solo, levantamento topográfico e serviços concentrados na execução da terraplenagem. Atualmente, está sendo feita a recuperação do sub-leito com a compactação das valas deixadas pela Embasa, após implantar o reforço da rede de abastecimento de água”, informou Alfredo Rego.

Em alguns trechos também está sendo necessário o alargamento da estrada, além da recolocação de postes de iluminação pública e cercas para atender a largura do projeto de pavimentação. Antes da terraplanagem também foram feitos projeto e sondagem do solo, canteiro e a escolha de jazidas visando captação de material para preparação da base da estrada para receber a camada asfáltica. As obras têm prazo de conclusão em 120 dias.

Segundo Alfredo Rego, após início dos trabalhos, houve um retrocesso devido à execução de uma nova rede de reforço no abastecimento de água para o distrito, realizada pela Embasa, o que não é possível a simultaneidade das obras.

Para a realização das obras, a Prefeitura de Feira de Santana entra com uma contrapartida de 10% sobre os R$ 3 milhões repassados pelo Governo Federal, através do Ministério do Turismo. A verba foi conseguida através de emenda parlamentar do deputado federal Colbert Martins.

Espaço cultural com estrutura móvel

O Espaço de Cultura Marcus Moraes, no canteiro central da avenida Getúlio Vargas, entre a rua Castro Alves e a rua Barão do Rio Branco, no antigo terminal de ônibus urbano, deverá ganhar estrutura móvel para abrigar shows e exposições, dentre outras manifestações artísticas e culturais. As discussões em torno do projeto pontuaram a posse do secretário de Cultura, Esporte e Lazer, Euclides Artur Costa Andrade, na presidência do Conselho Municipal de Cultura, no início da noite desta segunda-feira (22), no Teatro Ângela Oliveira, do Centro de Cultura Maestro Miro.

No encontro, reunindo artistas dos mais diversos segmentos, estiveram presentes compondo a mesa, além do presidente Euclides Artur, que substitui o ex-presidente Alcione Cedraz, que retornou às atividades na Câmara Municipal, os conselheiros Arailton Publio (teatro), Eduardo Kruschewsky e Raimundo Luiz Lopes, literatura, Sílvio Portugal (artes plásticas), Augusto Cordeiro (audiovisual), Leno Peixoto (música), Rafael Carvalho (diversidade cultural), e Vilma Soares (festejos populares), além de César Orrico, diretor-presidente da Fundação Cultural Municipal Egberto Tavares Costa, e Luluda Barreto, diretora do Departamento de Atividades Culturais.

A arquiteta Cida Moraes, da Secretaria de Planejamento – e prima de Marcus Moraes -, discutiu com os artistas e membros do Conselho as possibilidades para as instalações do espaço. Ela ressaltou a preocupação com a definição de um projeto que não venha interferir em futuros projetos de urbanização da cidade ao longo dos próximos 30 anos.

Irmã Dulce tem rua pavimentada

A Prefeitura de Feira de Santana vai pavimentar a paralelepípedo mais uma rua no bairro Irmã Dulce. Na próxima quarta-feira (24), às 7h30, o prefeito Tarcízio Pimenta autoriza o início das obras de urbanização da travessa Pedro Suzart, importante artéria no fundo do Hospital Colônia Lopes Rodrigues, dando acesso entre a avenida Presidente Dutra e o conjunto habitacional Luiz Eduardo Magalhães.

As obras, promovidas com recursos próprios do Município, seriam iniciadas na sexta-feira (19), mas foram transferidas para esta semana em função da viagem do prefeito Tarcízio Pimenta a São Paulo, na quinta-feira (18).

O serviço de urbanização será executado por empresa de construção civil contratada pela Prefeitura, através de licitação pública. A previsão da Secretaria de Desenvolvimento Urbano, que supervisionará o serviço, é de conclusão das obras dentro de 30 dias.

As intervenções no bairro Brasília fazem parte das ações desenvolvidas pela administração municipal desde o ano passado, através da Secretaria de Desenvolvimento Urbano, contemplando várias ruas nesta região da cidade.

Já foram pavimentadas com Concreto Betuminoso Usinado a Quente (CBUQ), a rua Pedro Suzart, ligando a avenida Maria Quitéria até os fundos do Hospital Colônia Lopes Rodrigues, rua Adenil Falcão, dois dos principais corredores de tráfego para bairros desta região da cidade, além de outras ruas como a Quirinópolis e a travessa Quirinópolis.

Mamografia tem 1.900 vagas mensais

Atualmente a Prefeitura de Feira de Santana oferece 1.900 vagas mensais para a realização de mamografias gratuitas no Centro Municipal de Diagnóstico por Imagem (CMDI). Disponibilidade suficiente para que nenhuma mulher de Feira de Santana, a partir de 35 anos, deixe de fazer o exame.

Embora não possa ser prevenido como o câncer de colo uterino – que o tratamento das lesões iniciais evita a doença -, quanto antes o tumor é detectado maiores as facilidades no tratamento e as chances de cura.

“Quando o tumor é identificado no tamanho mínimo possível, conseguimos evitar, por exemplo, a perda da mama e outras lesões maiores”, explica a médica ginecologista Rita Reis, coordenadora do Departamento de Saúde da Mulher da Secretaria de Saúde.

A mamografia é considerada o melhor meio para se diagnosticar o câncer de mama, já que, com ela é possível detectar o tumor mesmo antes que ele se torne palpável. Trata-se de um exame simples, através de aparelhos de raio X, onde a mulher coloca os seios entre duas placas de acrílico, que irão comprimir um pouco a mama.

E é preferível que seja feito média de uma semana após o período de menstruação, já que antes é comum as mamas ficarem um pouco doloridas, o que pode causar certo incômodo durante o exame.

“É preconizado que a primeira mamografia deva ser feita aos 35 anos de idades. Caso a mulher tenha antecedente, os exames devem permanecer anualmente; se não, só precisa fazer novamente a partir dos 40 anos”, destaca Rita Reis.

Em 2009, foram realizadas 3.596 mamografias no CMDI. Vale ressaltar que o exame não é prejudicial à saúde, pois a radiação recebida é pouco maior do que a de uma radiografia dos pulmões.

Prefeito paulista adia vinda a Feira

O prefeito Eduardo Pedrosa Cury (PSDB), de São José dos Campos-SP, comunicou ao Gabinete do Prefeito sobre o adiamento da sua visita a Feira de Santana para o mês de março. Ele seria recebido pelo prefeito Tarcízio Pimenta, nesta sexta-feira (26).

Desde maio de 2009 que Eduardo Cury demonstra interesse em conhecer o Planetário do Museu Parque do Saber Dival da Silva Pitombo, equipamento que é considerado modelo pela empresa alemã Carl Zeiss e que o prefeito paulista tomou conhecimento através de divulgação em publicações técnicas.

Foi também por motivos superiores que Eduardo Cury não pode empreender viagem no ano passado, mas técnicos e assessores da área de ciência, tecnologia e inovação de São José dos Campos, estiveram em Feira de Santana.

Além do Planetário, o prefeito da 30ª cidade brasileira, estará em Feira de Santana para também conhecer os programas Feira Cidade Digital e Saúde Digital. São José dos Campos é a 30ª cidade do país, um ponto acima de Feira de Santana, que é a 31ª.

Praça de alimentação depredada

Uma das mais belas áreas de lazer no centro da cidade, o jardim da praça de alimentação Gilson Pereira, no canteiro central da avenida Getúlio Vargas, foi alvo de vândalos durante o final de semana. A ação depredadora resultou em danos no ajardinamento e também às instalações físicas e equipamentos.

Foram arrancadas do jardim, numa ação criminosa, diversas espécies de plantas ornamentais também danificadas as estruturas de iluminação. Torres de iluminação e luminárias foram arrancadas e levadas, enquanto as luzes cênicas implantadas no solo para realçar a copa dos arbustos foram danificadas.

É a terceira depredação cometida contra o jardim da praça de alimentação, implantado pelo Governo Municipal no ano passado, visando proporcionar área de lazer e entretenimento às pessoas no centro comercial, além de tornar o ambiente mais agradável.

O secretário de Serviços Públicos, Luiz Araújo, ressaltou que o Governo Municipal já está adotando as providências visando identificar os infratores. “Estamos fazendo um levantamento dos danos provocados pela ação dos vândalos na praça e registramos a ocorrência na Delegacia visando instaurar inquérito para identificar os responsáveis, tanto quem pratica o crime de danos ao patrimônio público quanto quem pratica crime de receptação. Enquanto isso, também vamos realizar a reposição do material na praça”, frisou.

Redação do Jornal Grande Bahia
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 108745 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]