José Ronaldo critica SESAB e Jaques Wagner

Para Ronaldo, enquanto a Bahia se perde em números cada vez mais alarmantes sobre a violência no estado, a real preocupação do governo passa bem longe das reais necessidades do povo.
Para Ronaldo, enquanto a Bahia se perde em números cada vez mais alarmantes sobre a violência no estado, a real preocupação do governo passa bem longe das reais necessidades do povo.
Para Ronaldo, enquanto a Bahia se perde em números cada vez mais alarmantes sobre a violência no estado, a real preocupação do governo passa bem longe das reais necessidades do povo.
Para Ronaldo, enquanto a Bahia se perde em números cada vez mais alarmantes sobre a violência no estado, a real preocupação do governo passa bem longe das reais necessidades do povo.

Nesta sexta-feira, em seu comentário semanal na Rádio Metrópole, José Ronaldo de Carvalho falou sobre a ida do governador Jacques Wagner a Feira de Santana. Ronaldo criticou toda a mobilização feita pelo governo apenas para uma ação rotineira. Na quarta-feira (03/02/2010), o governador Jacques Wagner esteve em Feira de Santana para inaugurar a pintura do prédio do departamento de Polícia Técnica (o DPT) e entregar um carro para a polícia. “Enquanto o governador faz de uma ação rotineira, um ato para se comemorar, funcionários reivindicam melhores condições de trabalho. Eles afirmam haver falta de material e de pessoal, além de reclamarem das instalações físicas”, afirmou o ex-prefeito.

Para Ronaldo, enquanto a Bahia se perde em números cada vez mais alarmantes sobre a violência no estado, a real preocupação do governo passa bem longe das reais necessidades do povo: “Só para se ter uma idéia, um equipamento que poderia ajudar em investigações da polícia, adquirido em 2006, com Paulo Souto no governo, permanece inativo por falta de manutenção. Estou me referindo ao Sistema Integrado de Identificação Balística (IBIS), que permanece parado desde outubro de 2008 por falta de pagamento de um contrato de manutenção. Esse equipamento, que possui tecnologia usada pelo governo norte-americano para rastrear criminosos, só quem possui no país, são os estados do Rio de Janeiro e Espírito Santo, além da Bahia.”

Ronaldo reitera que a impunidade segue, a violência só aumenta, e o governo cada vez mais facilita os altos índices de criminalidade no estado. Para ele, o desespero já toma conta do governo: “Agora eles inventaram que o crack é o culpado por 80% dos homicídios na Bahia. Usam a droga para justificar o crescimento absurdo da violência e se preocupam, mais uma vez, em justificar com propaganda enganosa o que de fato está acontecendo por aqui.”

O ex-prefeito também falou sobre uma publicação do Diário Oficial: “Outra coisa que me espantou muito essa semana foi a publicação, no Diário Oficial, de um edital que prevê a contratação, pela Secretaria da Saúde (Sesab), de empresa para administração e gerenciamento de uma Unidade de Pronto Atendimento e do Hospital Regional da Chapada, na cidade de Seabra. O problema é que essas unidades não existem, ou seja, o governo quer contratar uma empresa para administrar unidades fantasmas de saúde.”

Para Ronaldo, o governo quer, na verdade, burlar a Lei de Licitações para permitir que a Sesab entregue a construção de unidades de saúde para uma empresa que será responsável pelo projeto e pela administração da própria UPA e do hospital. Algo inédito. E o edital sequer fala na palavra “construção”, mas, da forma como foi publicado, elimina a possibilidade, por exemplo, de qualquer construtora se interessar pela licitação.

Redação do Jornal Grande Bahia
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 106739 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]