Feira terá prioridade em ampliação e qualificação de leitos de unidades neonatais

Wagner e Zé Neto. Deputado conseguiu incluir Feira de Santana como prioridade na ampliação e qualificação de unidades de Unidades de Cuidados Intermediários neonatal (UCI) e Unidades de Tratamento Intensivo (UTI).
Wagner e Zé Neto. Deputado conseguiu incluir Feira de Santana como prioridade na ampliação e qualificação de unidades de Unidades de Cuidados Intermediários neonatal (UCI) e Unidades de Tratamento Intensivo (UTI).
Wagner e Zé Neto. Deputado conseguiu incluir Feira de Santana como prioridade na ampliação e qualificação de unidades de Unidades de Cuidados Intermediários neonatal (UCI) e Unidades de Tratamento Intensivo (UTI).
Wagner e Zé Neto. Deputado conseguiu incluir Feira de Santana como prioridade na ampliação e qualificação de unidades de Unidades de Cuidados Intermediários neonatal (UCI) e Unidades de Tratamento Intensivo (UTI).

Medida do Governo do Estado visa diminuir os índices de mortalidade infantil em municípios onde situação preocupa.

A Secretaria de Saúde do Estado da Bahia (Sesab) publicou no Diário Oficial do Estado desta terça-feira (02) uma resolução que aprova a ampliação e qualificação dos leitos de Unidades de Cuidados Intermediários neonatal (UCI) e Unidades de Tratamento Intensivo (UTI) neonatal para diversos municípios baianos, tendo suas ações prioritárias voltadas para 33 cidades – dentre elas, Feira de Santana –, onde a mortalidade infantil atingiu índices mais alarmantes entre os anos 2000 e 2007.

A resolução, que faz parte do Projeto de Redução das Desigualdades na Região Nordeste e Amazônia Legal e do Pacto pela Redução da Mortalidade Infantil (este último, assinado pelo ministro da Saúde José Gomes Temporão, em março do ano passado, em Salvador), tem como meta principal a redução da mortalidade infantil em no mínimo 5% ao ano.

Feira de Santana

Devido ao elevado número de óbitos de crianças menores de um ano em Feira de Santana, a Sesab definiu o município como prioritário na ampliação e qualificação dos leitos neonatais.

No período de 2000 a 2007, 42.181 crianças morreram antes de completar um ano de idade em toda a Bahia. Somente em Feira foram 1.215 óbitos, perdendo apenas para a capital, Salvador, com 7.688 falecimentos.

Hospitais contemplados

Os hospitais feirenses que serão contemplados com novas unidades neonatais serão: Hospital Inácia Pinto dos Santos, com estimativa de 10 UCI e 10 UTI; Hospital Geral Clériston Andrade 04 UCI 04 UTI e Hospital da Criança 15 UCI e 10 UTI, totalizando 53 novas unidades somente para Feira de Santana.

De acordo com a resolução da Sesab, a estimativa de equipamentos segundo o Plano Estadual para as Unidades Hospitalares é de 338 novas UCI e UTI neonatal em todo o estado da Bahia.

Sobre Carlos Augusto 9707 Artigos
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Ex-aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518) e a Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia), dirige e edita o Jornal Grande Bahia (JGB).