Palestras marcam abertura do Fórum Social Mundial Temático Bahia

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Participantes do Fórum Social Mundial Temático da Bahia acompanham o segundo dia de debates.
Participantes do Fórum Social Mundial Temático da Bahia acompanham o segundo dia de debates.

A cerimônia de abertura do Fórum Social Mundial Temático Bahia (FSMT-BA), realizada nesta sexta-feira (29/01/2010) no Teatro Castro Alves, contou com a palestra da doutora em política pela École des Hautes Études en Sciences Sociales (Paris), Susan George, com o tema A convergência das Crises.

Este ano, o Fórum Social Mundial está sendo realizado, de forma descentralizada, em vários países. No Brasil, a décima edição do FSM começou em Porto Alegre. A etapa Bahia do evento acontece até este domingo em vários hotéis de Salvador.

De acordo com Susan, a crise financeira que atingiu diversos países em 2008 foi iniciada há 30 anos, com a implantação do neoliberalismo. A cientista afirma que este sistema resultou em diversos problemas mundiais, como a fome que atinge principalmente países asiáticos e africanos.

Para Susan, o Fórum Mundial Social é um espaço de discussão sobre essas crises e o momento de propor soluções para os governantes. “Esta crise é uma bolha. Quantas bolhas como estas terão que estourar para refletirmos?”, questiona.

Para ela, a pobreza e a desigualdade “são reflexo deste sistema neoliberal responsável por todos os problemas que estão sendo enfrentados e que só tendem a aumentar, uma vez que o neoliberalismo só visa o lucro”.

O economista e pesquisador da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP), Ladislau Dowbor, defende que o apoio dos governos em discussões que envolvam temas sociais é importante para tentar solucionar as várias crises que o mundo tem enfrentado. Para ele, as ONGs e movimentos sociais são importantes, mas não podem sozinhos resolver as questões criticas.

“A dimensão das crises que estamos sofrendo não se resolvem só com ONGs e outros movimentos sociais. Precisamos sim do apoio do governo, não só financeiro, mas para se darem conta do problema que vão enfrentar. É preciso fazer alianças e parcerias para enfrentar estes problemas”.

Discussão social – O governador Jaques Wagner firmou o apoio do Governo do Estado ao Fórum, realizado pela primeira vez na Bahia. De acordo com o governador, mesmo com o apoio do Governo, o fórum continua com o seu caráter de discussão social de forma democrática.

“Quero dizer que não há Fórum Social do Governo, mas um Governo conquistado pelo povo baiano e que se orgulha de participar e de ouvir a sociedade civil. É por isso que fazemos tantas conferências e seminários. Aqui não há tentativa de substituir a sociedade, o que é impossível. Vamos aqui discutir de forma democrática todas as propostas. A democracia representativa tem que ser parceira da democracia participativa”, enfatizou Wagner.

O Fórum Social Mundial Temático Bahia acontece até domingo (31) em Salvador e recebe também autoridades locais e representantes da Comissão Organizadora do FSMT-BA. Está confirmada oficialmente a participação do ministro do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, Patrus Ananias, neste sábado (30), às 9h, representando o presidente Luis Inácio Lula da Silva.

O evento baiano encerra a programação anual do Fórum Social Mundial (FSM) no Brasil, iniciado segunda-feira (25), em Porto Alegre. De forma inédita na história do FSM, movimentos sociais e centrais sindicais terão a participação de governos progressistas em condições paritárias. A versão baiana tem como tema Da Bahia a Dakar: enfrentar a crise com integração, desenvolvimento e soberania.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 113655 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]