Juiz da Comarca de Santo Estevão discute portaria antievasão escolar com educadores

O Jornal Grande Bahia (JGB) é um site de notícias com publicações que abrangem as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador, dirigido e editado pelo jornalista e cientista social Carlos Augusto.
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um site de notícias com publicações que abrangem as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador, dirigido e editado pelo jornalista e cientista social Carlos Augusto.

O juiz da Vara da Infância e Juventude da Comarca de Santo Estevão realizou reunião com todos os representantes da Secretaria de Educação das cidades de Ipecaetá, Antônio Cardoso e Santo Estevão. O objetivo foi esclarecer as dúvidas e discutir a adoção da medida de antievasão escolar.

A reunião contou com a presença do juiz José Brandão, o prefeito de Santo Estevão, Rogério Costa; secretários de educação das três cidades que pertencem à comarca, a delegada Márcia Xavier, responsável pelas cidades de Ipecaetá e Santo Estevão, além de professores e diretores de escolas, representantes da igreja católica e comissários de menores.

CRIMINALIDADE

O juiz destacou a relação entre a criminalidade e a evasão escolar. Segundo ele, o crime de abandono intelectual está ligado aos pais que não matriculam os filhos na escola ou, quando matriculam, os filhos não são presentes. Segundo Brandão, existe um alto índice de alunos que estão matriculados com interesse na bolsa família. Ele comenta que os alunos ausentes da sala de aula irão perder o benefício.

Ao longo da reunião, foram abordadas algumas consequências da evasão escolar. Segundo Brandão, a maioria dos crimes praticados por menores envolvem analfabetos ou menores com o primeiro grau incompleto. “Apenas 24% dos baianos tem ensino médio completo. A maioria dos crimes envolvendo menores, atualmente, se deve ao fato da falta de educação. É necessário um trabalho de parceria entre a justiça e a escola”, afirma Brandão.

OBSERVAÇÕES

Para estimular a inclusão de crianças na escola, está sendo estudada a possibilidade do município atender aos menores com idade a partir dos quatro anos. Segundo o prefeito Rogério Costa, “neste ano de 2010 irá começar a construção de uma creche com capacidade de 240 crianças”. Ele acrescenta que os beneficiados serão os filhos de quem trabalha e também os de famílias carentes.
Com adoção da nova medida, pela lei, ficará proibido aos menores o uso de celulares em sala de aula e fumar cigarro em ambiente escolar. Menores praticando ato libidinoso serão punidos, assim como o maior que se envolver com criança com idade até 13 anos será considerado pedófilo e responderá por crime.

Segundo o chefe do Juizado de Menores, Silvio Belo, após medida do “Toque de Acolher”, houve uma queda do uso de drogas na escola. “Desde o mês de junho que não temos registro de drogas nas escolas. Isso prova que a medida deu certo e que, para o trabalho caminhar melhor, é importante o apoio da comunidade”, acredita Silvio.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 114924 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br.