Carnaval de Salvador: SRTE/BA e entidades definem trabalho dos cordeiros

O Jornal Grande Bahia (JGB) é um site de notícias com publicações que abrangem as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador, dirigido e editado pelo jornalista e cientista social Carlos Augusto.
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um site de notícias com publicações que abrangem as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador, dirigido e editado pelo jornalista e cientista social Carlos Augusto.

Empresas e entidades definem condição de trabalho dos 60 mil cordeiros no carnaval 2010. Assinatura do termo de compromisso será feita nesta sexta-feira.

As empresas e entidades carnavalescas de Salvador assinam nesta sexta-feira (22/01/2010), às 14h, na sede da SRTE/BA (Av. Sete de Setembro, nº 698, Mercês), um termo de compromisso garantindo aos cordeiros condições mínimas de saúde, higiene e segurança no trabalho durante o Carnaval de 2010.

O documento será assinado por representantes do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), Ministério Público do Trabalho (MPT) e Centro de Referência em Saúde do Trabalhador de Salvador (Cerest). O acordo é fruto de uma parceria firmada desde 2006 e prevê a adesão de cerca de 80 empresas e entidades sem fins lucrativos (afoxés, blocos de percussão e blocos afros), abrangendo 60 mil cordeiros.

Clique aqui para baixar o folder com direitos e deveres dos cordeiros.

No último dia 14 foi realizada a primeira reunião para discutir as condições de saúde e segurança dos cordeiros durante o Carnaval 2010. Ficou decidido na última reunião, dia 19, que empresas e entidades sem fins lucrativos (afoxés, blocos de percussão e blocos afros) devem ser responsabilizados pela segurança dos 60 mil cordeiros na celebração de contratos individuais com diária mínima de R$ 26,50 e o valor correspondente ao transporte.

As empresas também estão obrigadas a fornecer lanche diário (dois pacotes de biscoito, duas barras de cereal, refrigerante ou suco e 2 litros de água mineral), protetor auricular, luva, camisa de identificação, filtro solar e seguro coletivo contra acidentes pessoais/recolhimento de contribuições previdenciárias. Os trabalhadores deverão se apresentar ao trabalho calçando tênis.

Estavam presentes o Ministério do Trabalho e Emprego (SRTE), Ministério Público do Trabalho (MPT), Centro de Referência em Saúde do Trabalhador de Salvador (Cerest), a Associção dos cordeiros e empresários do setor. Na mesa de debates estavam a Superintendente da SRTE/BA, Isa Simões, os coordenadores, Maurício Nolasco (Segur) e Ivan Pugliese (Seret) procuradora do MPT, Janine Fiorot, além da sanitarista do Cerest, Marta Itaparica.

“Ressaltamos que a discussão do trabalho dos cordeiros por este órgão propiciou a visibilidade da categoria, conquistando a cada ano melhorias nas condições de trabalho”, frisou a Superintendente Isa Simões.

Cordeiros – O trabalho de segurar a corda dos blocos, protegendo os foliões durante o desfile, surgiu com o aumento do padrão de organização das produções dos blocos no Carnaval e festas populares da Bahia.

Redação do Jornal Grande Bahia
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 108149 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]