O prêmio Homem do Ano, concedido a Lula pelo Le Monde, é resultado da bem sucedida campanha para transformar o Brasil em ator internacional

O Jornal Grande Bahia (JGB) é um site de notícias com publicações que abrangem as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador, dirigido e editado pelo jornalista e cientista social Carlos Augusto.
Jornal Grande Bahia, informação com opinião e em defesa da Ecologia Integral.
Luiz Inácio Lula da Silva.
Luiz Inácio Lula da Silva.

‘Le Monde’ elege Lula ‘o homem do ano de 2009’. Do Le Monde: Nossa escolha de razão e coração recai sobre o presidente brasileiro Luiz Inácio Lula da Silva. 

O jornal francês Le Monde escolheu o presidente Luiz Inácio Lula da Silva como “o homem do ano de 2009”, é primeira vez em que o prestigiado diário de Paris decidiu fazer esse tipo de indicação.

Para justificar sua escolha, o Le Monde afirma que levou em conta a “trajetória singular de Lula”.

“Por sua trajetória singular de antigo sindicalista, por seu sucesso à frente de um país tão complexo como o Brasil, por sua preocupação com o desenvolvimento econômico, com a luta contra as desigualdades e com a defesa do meio-ambiente, Lula bem poderia ter merecido… o mundo.”

É a primeira vez em seus 65 anos de história que o Le Monde decide designar uma personalidade do ano. O jornal afirma que tentou fugir das escolhas mais óbvias, como o presidente americano, Barack Obama – até porque, diz o diário, Obama “foi mais homem do ano de 2008 que de 2009”.

A escolha de Lula prevaleceu também sobre nomes que o diário chamou de “personalidades negativas”, como o primeiro-ministro russo, Vladimir Putin (que tenta “reconstruir o império soviético”, nas palavras do jornal), e o presidente iraniano, Mahmoud Ahmadinejad (que, para o diário, “desafia o Ocidente”).

“Desde sua criação, o Monde, marcado pelo espírito de análise do seu fundador, Hubert Beuve-Méry, pretende ser um jornal de (re)construção, senão de esperança; veicula a sua maneira uma parte do positivismo de Auguste Comte, toma partido dos homens de boa vontade”, argumenta o diário.

“Nossa escolha de razão e coração recai sobre o presidente brasileiro Luiz Inácio Lula da Silva.”

É a segunda homenagem de um meio de comunicação europeu ao presidente Lula neste mês. No dia 11, ele foi escolhido pelo jornal espanhol El País uma das cem personalidades mais importantes do mundo ibero-americano em 2009.

Em um perfil assinado pelo próprio primeiro-ministro da Espanha, José Luis Zapatero, Lula foi classificado de “homem que assombra o mundo”, “completo” e “tenaz”. “Por (Lula) sinto uma profunda admiração”, escreveu o premiê espanhol.

A seguir, trechos de uma das matérias publicadas na internet sobre o prêmio:

“Aos olhos de todos, [Lula] encarna o renascimento […] de um gigante”, diz o jornal.

Na edição, o “Le Monde” diz ainda que Lula criou uma nação democrática e dinâmica, que combate a pobreza enquanto promove o crescimento econômico.

“Participante do grupo dos países emergentes, mas também do mundo em desenvolvimento com o qual se sente solidário”, Lula “colocou firmemente seu país em uma dinâmica de desenvolvimento”.

O prêmio, explica o jornal, é resultado também da bem sucedida campanha de Lula para transformar o Brasil em ator internacional. “Diplomacia, comércio, energia, clima, imigração, espaço, droga: tudo o interessa e lhe diz respeito”, diz o artigo, assinado por Jean Pierre Langellier, correspondente do jornal no Rio de Janeiro.

O jornal destaca ainda que Lula encerrará seu mandato em 2010 sem pleitear por um terceiro mandato –tendência nas vizinhas Venezuela, Colômbia e Bolívia. “Seguiu sendo um democrata, lutando contra a pobreza sem ignorar os motores de um crescimento mais respeitoso com os equilíbrios naturais”, diz a publicação.

Lembrando os tempos de líder sindicalista, o jornal brinca com o então discurso de Lula contra o FMI (Fundo Monetário Internacional). “Hoje já não é o FMI que ajuda o Brasil e sim o inverso”.

O prêmio crava o bom momento vivido por Lula no exterior. No começo do mês, o jornal espanhol “El País” também concedeu a Lula o prêmio de “personagem do ano” e a revista britânica “The Economist” dedicou um número especial ao Brasil que trazia na capa o Cristo Redentor como um foguete, rumo ao espaço.

O editorial do Le Monde:

Pela primeira vez na sua história, o Le Monde decidiu nomear a pessoa do ano. “Sua” personalidade do ano. O exercício pode parecer arriscado ou banal. Quem escolher? Com que critérios? Em nome de que valores? Como se diferenciar de grandes e prestigiados veículos estrangeiros, como a revista “Time”, que já está muito à frente nesse caminho, elegendo a sua “Person of the year”?

Assim, nossas conversas lançaram o foco sobre o que nos une sob a bandeira do “Monde”. Uma vez que, há sessenta e cinco anos, o título do nosso jornal é um convite a um olhar global, optamos por uma pessoa cujos trabalho e reputação adquiriram uma dimensão internacional.

Procuramos escapar de escolhas forçadas que poderiam nos apontar para o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama (mas ele foi mais propriamente o homem de 2008 que o de 2009), também descartamos as personalidades “negativas”, embora a sua ação tenha sido fundamental na nova configuração global: Vladimir Putin e a sua tentativa de reconstituir o império soviético, Mahmoud Ahmadinejad, de quem cada palavra e cada ação é um desafio para o Ocidente.

Desde a sua criação, o Le Monde, marcado pela mente analítica de seu fundador, Hubert Beuve-Méry, pretende ser um jornal de (re)construção, senão de esperança; à sua maneira, veicula uma parte do positivismo de Auguste Comte, adota a causa dos homens de boa vontade. Portanto, para esta primeira eleição, que aliás pretendemos renovar a cada ano, foi com a razão e o coração que escolhemos o presidente brasileiro Luiz Inácio Lula da Silva, mais conhecido sob o simples nome de Lula.

Sentimos que pela sua carreira singular de antigo sindicalista, pelo seu sucesso na condução de um país tão complexo como o Brasil, pela sua preocupação com o desenvolvimento econômico, a luta contra as desigualdades e a defesa do ambiente, Lula bem merece… o mundo.

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 120790 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br.