Ministro Geddel acusa crescimento da violência cresce durante o Governo Wagner e diz que ele nada faz

O Jornal Grande Bahia (JGB) é um site de notícias com publicações que abrangem as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador, dirigido e editado pelo jornalista e cientista social Carlos Augusto.
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um site de notícias com publicações que abrangem as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador, dirigido e editado pelo jornalista e cientista social Carlos Augusto.

Assaltos a banco, seqüestros, tráfico de droga. A violência que antes preocupava apenas a população de Salvador e de algumas outras grandes cidades se estendeu por todo o estado. Prefeitos de pequenos municípios que assistem hoje ao crescimento da criminalidade se queixam de procurar providências juntos ao Governo do Estado e não obter nenhuma resposta. “Nunca tivemos uma situação tão crítica. Sofremos assaltos quase todos os dias. Virou rotina”, queixa-se o prefeito de Abaré, Delísio Oliveira (PMDB).

O município, a 600 Km de Salvador, na divisa com Pernambuco, até o início do Governo Wagner era uma das localidades mais pacíficas da Bahia. Hoje, segundo o prefeito, os bandidos organizam “blitz” ao longo da BR-116 e da BA-210, como se fossem policiais, parando carros, caminhões e ônibus para saquear os viajantes que passam pelo local.

Quando o atual governador assumiu, a região contava com um efetivo policial de 180 homens, que tinham à disposição 16 carros. Em três anos o número de policiais foi reduzido drasticamente e apenas quatro viaturas estão em operação. Além disso, de acordo com o prefeito, as horas-extras não têm sido pagas aos policiais.

Outro exemplo do abandono da segurança pública no interior do Estado foi o assalto ocorrido no último dia 4, em Santa Luz, a 258 Km de Salvador. Cerca de 14 homens amados assaltaram as agências do Banco do Brasil e a dos Correios, incendiaram um ônibus e fugiram levando como reféns os três policiais que representavam todo o contingente que, naquele momento respondia pela segurança dos moradores da cidade. E tudo isso em plena luz do dia, entre 15h e 15h30.

No mesmo dia, outra agência do Banco do Brasil foi arrombada, em Castro Alves, a 190 Km de Salvador. Foram roubados R$ 500 mil. E em Barro Preto (a 450 Km da capital), 15 homens assaltaram e levaram R$ 90 mil de um caixa eletrônico na praça central da cidade.

Em Eunápolis, a 643 Km de Salvador, na última terça-feira, uma jovem de 17 anos foi mantida refém por uma hora, com uma arma encostada na cabeça e acabou ferida por dois tiros que, por sorte, a atingiram de raspão no braço e perna esquerdos. O assaltante que invadiu a sua casa, no centro da cidade, minutos antes havia assaltado uma loja lotérica. A Polícia, numa ação que, por pouco não resultou numa grande tragédia, de forma atabalhoada invadiu a casa e trocou tiros com o bandido no quarto da vítima, para onde ela havia sido levada pelo seqüestrador. A principal suspeita é a de que os disparos que atingiram a adolescente saíram das armas dos policiais.

Prefeituras pagam

De acordo com levantamento da União dos Municípios da Bahia (UPB), existe hoje pelo menos uma centena de municípios sem delegados e em boa parte do estado, as delegacias só funcionam porque, na prática, são mantidos pelas prefeituras, que pagam combustível, refeição dos policiais e até disponibilizam funcionários municipais para serviços burocráticos. “Isso acaba criando uma relação de dependência entre o delegado e o prefeito, que não deveria ocorrer”, alerta o presidente da UPB, Roberto Maia.

Em abril, o presidente da UPB comandou uma marcha no Centro Administrativo, em Salvador, de prefeitos que foram reivindicar ações por parte do Governo do Estado em favor dos municípios. Uma das principais reivindicações se relacionava justamente com a necessidade de providências na área de segurança pública, diante do aumento da criminalidade em todo o Estado. “Como ocorreu com as demais reivindicações, até hoje não tivemos qualquer resposta por parte do governador”, reclama Maia.

Redação do Jornal Grande Bahia
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 108755 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]