Ministro da Integração libera recursos da ordem de R$ 2 milhões para Feira e promete mais dinheiro caso prefeito apresente projetos

Ministro da Integração libera recursos da ordem de R$ 2 milhões para Feira e promete mais dinheiro caso prefeito apresente projetos.
Ministro da Integração libera recursos da ordem de R$ 2 milhões para Feira e promete mais dinheiro caso prefeito apresente projetos.

Em entrevista concedida a Rádio Subaé AM, programa Carlos Geilson, o Ministro da Integração, Geddel Vieira Lima, declarou que acaba de liberar recursos da ordem de R$ 2 milhões, para a cobertura com concreto do Canal de Macro drenagem do Centro de Abastecimento, “basta que o prefeito apresente a documentação pendente e os recursos estarão na conta da prefeitura ainda em janeiro, expila Geddel.

Ele se colocou à disposição do governo de Feira de Santana, mas frisou que o prefeito Tarcízio Pimeta deva apresentar projetos para que os recursos possam ser liberados. Pode-se aludir que o prefeito de Feira foi ineficiente, ou melhor, pouco competente para conseguir recurso junto à União, pois não é a primeira vez que Geddel se põe aberto a uma parceria com o município.

Desincompatibilização

O ministro disse que pretende ficar no cargo até o final do prazo de desincompatibilização em abril, mas lembra que “o cargo de ministro pertence ao Presidente da República e ele pode, quando entender necessário, solicitá-lo. Mas a ideia é que todos os ministros permaneçam até abril”, declara.

Pesquisas

Ele disse ver com naturalidade seu nome aparecer em terceiro lugar nas pesquisas. Mas lembra que dos outros dois pré-candidatos ao governo da Bahia, apenas ele, nunca disputou um cargo majoritário e que é natural aparecer em terceiro, mas disse acreditar em seu crescimento junto à opinião pública.

Críticas

Ele não poupou críticas ao governador Wagner e disse duvidar que exista um cadastro que aponte os nomes dos 460 mil alunos alfabetizados pelo programa TOPA (Todos Pela Alfabetização).

Também criticou o fato de o Governador não compartilhar os créditos pela conclusão do HRSAJ (Hospital Regional de Santo Antônio de Jesus). “O hospital foi executado com a ajuda de muitos e o governador tomou para si todos os créditos pela obra”, alfineta.

Alternativa

Geddel acredita que o seu nome é uma alternativa as opções que estão postas. Segundo ele, Paulo Souto seria uma volta a um passado pouco eficiente, derrotado e que não deixa saudades. Wagner seria a continuação de um presente que não cumpre o que promete. E conclui acreditar que “até o meio do ano, sua candidatura crescerá e estará melhor posicionada”.

Alianças

“Senador Cesár Borges está observando a cena política. Mantemos conversa com o senador e ele deve se posicionar em breve. Ele é um bom quadro e independente dos diálogos que mantemos, estamos conversando com outras forças políticas. Até abril teremos um quadro bem definido”, finaliza Geddel Vieira Lima.

Redação do Jornal Grande Bahia
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 108687 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]