Salvador: ações da Sema e implantação do Estaleiro Enseada do Paraguaçu são discutidas em reunião

Perspectiva ilustrada do Estaleiro Enseada do Paraguaçu (EEPSA).
Perspectiva ilustrada do Estaleiro Enseada do Paraguaçu (EEPSA).
Perspectiva ilustrada do Estaleiro Enseada do Paraguaçu (EEPSA).
Perspectiva ilustrada do Estaleiro Enseada do Paraguaçu (EEPSA).

O Conselho Estadual de Meio Ambiente (Cepram) fez a última reunião do ano apresentando o balanço das ações realizadas pela Secretaria Estadual do Meio Ambiente (Sema), além do projeto para instalação do estaleiro do Paraguaçu.

Instrumentos de planejamento, garantia de transversalidade e fortalecimento dos órgãos estaduais foram iniciativas que marcaram as ações exercidas pela Sema em 2009.

Os programas Oeste Sustentável, Floresta Bahia Global, Velho Chico Vivo, Gestão Ambiental Compartilhada (GAC), Educação Ambiental e Zoneamento Ecológico-Econômico, dentre outros, fazem parte do pacote de ações desenvolvidas pela Sema.

A implantação do estaleiro do Paraguaçu na área denominada Ponta do Corujão, no município de Maragojipe, foi outro tema abordado na reunião.

 Segundo o secretário do Meio Ambiente, Juliano Matos, o estaleiro está sendo pensado e o projeto será construído a partir de uma perspectiva de avaliação ambiental estratégica, que é uma forma de compreender os impactos da atividade econômica.

“Certamente a implantação do estaleiro terá o menor impacto possível. O projeto deve adotar uma responsabilidade ambiental pelo que está preservado e conservado no seu entorno”, disse Matos.

O secretário destacou ainda a importância do diálogo com representantes locais e da Reserva Extrativista do Iguape (Resex). “É nessa junção que resultará um novo modelo de desenvolvimento, incorporando como componente a gestão de ativos ambientais, algo novo na atividade de licenciamento do Estado”, explicou.

Para Roberto Benjamin, representante da Secretaria Extraordinária da Indústria Naval e Portuária (Seinp), a implantação do estaleiro é de grande relevância para o cenário baiano, em relação aos benefícios econômicos, mas avaliou pontos de extrema necessidade que não podem ser deixados de fora. “Tomamos todos os cuidados, principalmente com as questões ambientais e de infraestrutura”, observou.

Representantes de secretarias de governo, de ONGs ligadas ao meio ambiente, de comunidades tradicionais e de empresas privadas marcaram presença no evento.

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 120683 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br.