O Ministro da Integração Nacional, Geddel Vieira Lima, entrega na Bahia 150 unidades residenciais

O ministro Geddel Vieira Lima foi pessoalmente ao município fazer a entrega das casas e em seguida seguiu para Macarani, também no Sudoeste Baiano.
O ministro Geddel Vieira Lima foi pessoalmente ao município fazer a entrega das casas e em seguida seguiu para Macarani, também no Sudoeste Baiano.
O ministro Geddel Vieira Lima foi pessoalmente ao município fazer a entrega das casas e em seguida seguiu para Macarani, também no Sudoeste Baiano.
O ministro Geddel Vieira Lima foi pessoalmente ao município fazer a entrega das casas e em seguida seguiu para Macarani, também no Sudoeste Baiano.

Mais de 100 famílias desabrigadas pelas chuvas em Itambé, a 566 quilômetros de Salvador, receberam neste domingo (22/11/2009), casas construídas com recursos do Ministério da Integração Nacional. O ministro Geddel Vieira Lima foi pessoalmente ao município fazer a entrega das casas e em seguida seguiu para Macarani, também no Sudoeste Baiano, onde entregou outras 48 casas a famílias que viviam em áreas de risco, inaugurou a estação elevatória do Rio Mangerona e a ampliação do sistema de abastecimento de água. Ele esteve ainda em Vitória da Conquista e Caatiba, ouvindo reivindicações e recebendo projetos para levar a Brasília.

Além das casas entregues aos desabrigados, o ministro recebeu os agradecimentos por ter liberados recursos que permitiram à Prefeitura de Itambé reconstruir quatro pontilhões também destruídos durante as chuvas, isolando diversas comunidades do município.

“Obrigado pelo seu empenho que não é de agora, pois me lembro como hoje quando entreguei o projeto para a implantação da Azaléia e que hoje tem mais de mil e quinhentas pessoas empregadas”, agradeceu o prefeito de Itambé, Moacir Andrade (PMDB) no Cine Teatro que leva o nome da cidade.

Ele fez um contraste entre a ação desenvolvida pelo ministro da Integração Nacional e o Governo do Estado, que, conforme afirmou, se manteve ausente na assistência aos desabrigados e na recuperação dos danos sofridos pelo município, em função das chuvas.

“Obrigado Geddel pelas casas e pelos quatro pontilhões construídos dentre os 17 que foram prejudicados pela chuva em nosso município. Alguns deles, recuperamos com recursos próprios, porque não tivemos nenhum centavo do que foi prometido pelo governo do Estado”, ressaltou o prefeito.

Ele solicitou ao ministro a liberação de recursos para a implantação de um sistema de abastecimento de água para atender a região de Caetano, além da pavimentação dos distritos Cassilândia e São José e do bairro Felipe Achy, o mais populoso da sede municipal.

Em Macarani, o ministro foi recebido pelo prefeito Antônio Carlos Macedo Araújo (PTB) e se dirigiu ao Conjunto Habitacional Clemente de Souza, para entregar as 48 casas destinadas à famílias que habitavam áreas de risco. Em meio a solenidade, o ministro surpreendeu, anunciando a construção de mais 38 casas, numa segunda etapa do conjunto.

“Estamos vendo aqui a concretização de um sonho, o resgate de uma expectativa acalentada por essas 48 famílias. O sonho da casa própria para essas famílias hoje se tornou realidade”, disse o prefeito em agradecimento ao ministro Geddel Vieira Lima.

Conquista e Caatiba

Já em Vitória da Conquista o ministro ouviu de pecuaristas, a preocupação com a queda da produção leiteira do Estado. Os produtores relataram que a situação pode se agravar ainda mais, já que o Banco do Brasil e o Banco do Nordeste não estão financiando os projetos do PRONAF (Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar) desde junho de 2008 em virtude da inadimplência. O ministro prometeu interceder junto a esses organismos, na busca de uma solução que atendam aos interesses dos produtores.

Mas a crise enfrentada pela pecuária leiteira foi apenas uma das situações de dificuldades ouvida pelo prefeito em Conquista. Lideranças do município reclamaram o descaso em relação à rodovia que liga o município a Brumado, que há mais de três anos necessita de recuperação. Solicitaram também a sua interferência para viabilizar a construção do novo aeroporto da cidade.

Em Caatiba, novos relatos de dificuldades, que começam pela situação crítica enfrentada pela prefeitura, a exemplo do que ocorre hoje com a maioria dos municípios baianos.

“Eu ainda não perdi a capacidade de me indignar com o sofrimento de minha gente, que muitas vezes não tem sequer água para beber. Eu vejo a angústia de um pai tendo que ir para outro município, às vezes distante, em atendimento médico para um filho. A Bahia não pode ficar no paradeiro que ela está”, disse o ministro.

Redação do Jornal Grande Bahia
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 108768 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]