Licitação para escolha das agências que vão atender a prefeitura de Feira de Santana atrai empresas publicitárias de Salvador

A administração de Tarcízio Pimenta, maior anunciante individual da cidade, com gasto que superam a ordem de R$ 2 milhões. Determinou a data para a licitação que vai definir as quatro agências de propaganda para execução de serviços publicitários.
A administração de Tarcízio Pimenta, maior anunciante individual da cidade, com gasto que superam a ordem de R$ 2 milhões. Determinou a data para a licitação que vai definir as quatro agências de propaganda para execução de serviços publicitários.
A administração de Tarcízio Pimenta, maior anunciante individual da cidade, com gasto que superam a ordem de R$ 2 milhões. Determinou a data para a licitação que vai definir as quatro agências de propaganda para execução de serviços publicitários.
A administração de Tarcízio Pimenta, maior anunciante individual da cidade, com gasto que superam a ordem de R$ 2 milhões. Determinou a data para a licitação que vai definir as quatro agências de propaganda para execução de serviços publicitários.

Licitação

A administração de Tarcízio Pimenta, maior anunciante individual da cidade, com gasto que superam a ordem de R$ 2 milhões. Determinou a data para a licitação que vai definir as quatro agências de propaganda para execução de serviços publicitários da Prefeitura de Feira de Santana. A escolha irá ocorrer no dia 5 de janeiro de 2010, às 14h30, no Salão de Licitações da Prefeitura Municipal. A licitação será na modalidade concorrência pública, sob critério de melhor oferta.

De acordo com a concorrência pública nº 014/2009, a licitação tem o objetivo da seleção, habilitação e contratação de quatro agências para execução dos serviços no período de 12 meses no município. As propostas serão recebias no Salão de Licitações, localizado na Avenida Sampaio, nº 344, Centro. O edital com seus elementos constitutivos e todas as informações necessárias poderão ser obtidos na Divisão de Licitações, Contratos e Compras, no horário das 9 às 12 horas; e das 14 às 17 horas. O edital estará disponível no prazo legal.

O volume de investimentos desperta o interesse das empresas publicitárias de Salvador. Algumas estão se dirigindo ao paço municipal para adquirir o edital e formular propostas. Alem destas, empresas com pouca tradição e recém-chegadas ao mercado publicitário pretendem entrar na disputa. “Podemos não ter a experiência de uma agência tradicional. Mas, temos a inventividade dos que querem conquistar espaço. Vamos vencer está licitação!”, declarou José Tomas, diretor de criação, de uma agência soteropolitana.

A PMFS realiza leilão público

O Governo Municipal vai realizar leilão público em março do próximo ano, onde estarão disponíveis diversos lotes formados por bens considerados inservíveis. Todos os lotes estão sendo mantidos e organizados no Estádio Municipal Alberto Oliveira, o Joia da Princesa, e serão arrematados num sábado, entre as 10 e 12 horas.

Entre os bens móveis inservíveis há cerca de 40 lotes, o que inclui cadeiras, pneus, geladeiras, ar condicionado, móveis hospitalares e armários de aço, além de veículos como Uno Mille, Gol e Celta dos anos 1999 e 2000, tratores e implementos agrícolas.

De acordo com o chefe da Divisão de Patrimônio da Secretaria de Administração, Antônio Teles, a expectativa é que o leilão acontecesse no final deste mês ou início de dezembro, mas serão retirados materiais inservíveis de outras secretarias.

“O pagamento será em moeda corrente. A Secretaria da Administração já contratou o leiloeiro e este leilão será realizado na base do martelo, do quem der mais”, explica o chefe da Divisão. A comissão do leiloeiro é em torno de 5%, diferente dos anteriores que obteve 10%.

A partir do momento que o prefeito Tarcisio Pimenta ou o secretário de Administração, João Marinho Gomes Júnior, crie a portaria de vistoria e avaliação, será avaliado o valor de cada lote. O leilão é aberto a todo tipo de público, exceto ao servidor público.

Para que os objetos e veículos sejam leiloados, inicialmente é criada uma Comissão de Vistoria e Avaliação, e posteriormente o Gabinete do Prefeito cria um decreto desafetando o bem. O edital estará disponível a partir do próximo ano.

Carlos Augusto
Sobre Carlos Augusto 9293 Artigos
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Ex-aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518) e a Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia), dirige e edita o Jornal Grande Bahia (JGB).