Futebol ganha secretaria no Ministério do Esporte para a Copa de 2014

Alcino Reis, assessor especial de futebol do Ministério do Esporte do Governo Lula.
Alcino Reis, assessor especial de futebol do Ministério do Esporte do Governo Lula.
Alcino Reis, assessor especial de futebol do Ministério do Esporte do Governo Lula.
Alcino Reis, assessor especial de futebol do Ministério do Esporte do Governo Lula.

O país do futebol, cinco vezes campeão mundial, passará a ter um órgão do governo federal para cuidar apenas desse esporte e cumprir as obrigações assumidas com a promoção da Copa do Mundo de 2014. Já está na mesa do presidente Luiz Inácio Lula da Silva para sanção o projeto aprovado pelo Senado na semana passada que cria a Secretaria Nacional de Futebol e Defesa dos Direitos do Torcedor, vinculada ao Ministério do Esporte.

A proposta foi enviada ao Congresso pelo governo em março do ano passado e teve a tramitação encerrada com aprovação na Comissão de Constituição e Justiça, em caráter terminativo (sem votação no plenário). Será a quarta secretaria do ministério, que já tem em sua estrutura as de Esporte e Lazer na Cidade, Esporte de Alto Rendimento e Esporte Educacional.

O responsável pela área no Ministério do Esporte é o assessor especial do Futebol Alcino Reis. Segundo ele, caberá à nova secretaria “coordenar todas as ações de governo relacionadas à Copa de 2014, bem como fiscalizar o cumprimento de todas as medidas relacionadas à promoção desse megaevento, entre elas as normas do Estatuto do Torcedor, que foram alteradas com a regulamentação do Artigo 23 da Lei 10. 671 e são tema de um projeto de lei já aprovado na Câmara, que tramita agora no Senado”.

Entre as ações que a Secretaria Nacional de Futebol vai comandar, Reis destaca uma licitação no valor de R$ 80 milhões, prevista para dezembro deste ano, destinada à compra de equipamentos de segurança a serem instalados nos estádios onde serão realizados os jogos da Copa de 2014, como câmeras de televisão e catracas eletrônicas.

Segundo ele, a Secretaria Nacional de Futebol será criada com remanejamento de pessoal do Ministério do Esporte, não implicando, portanto, gastos com a contratação de funcionários para sua implantação. Quanto às verbas necessárias para o funcionamento do novo órgão, Reis informa que ainda não há um valor definido, o que só ocorrerá com a revisão orçamentária no ano que vem.

Para executar sua missão, a secretaria vai desenvolver sistemas de monitoramento de todas as ações envolvendo a organização da Copa do Mundo, entre elas a aplicação dos recursos governamentais. Esse trabalho terá de ser feito em curto espaço de tempo, pois, como lembra Alcino Reis, “é um evento com dia e hora marcados para começar”.

*Com informações da Agência Brasil

Redação do Jornal Grande Bahia
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 108072 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]