Delegado Fábio Lordello: “não escuto discurso vazio de vereadores

O Jornal Grande Bahia (JGB) é um site de notícias com publicações que abrangem as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador, dirigido e editado pelo jornalista e cientista social Carlos Augusto.
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um site de notícias com publicações que abrangem as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador, dirigido e editado pelo jornalista e cientista social Carlos Augusto.

“Não escuto discurso vazio de vereadores”. Esta foi à declaração do coordenador regional da Polícia Civil, delegado Fábio Lordello, após ser questionado sobre as denúncias de vereadores, no que tange a falta de segurança pública, no município de Feira de Santana, nesta quarta-feira (25/11/2009), durante entrevista concedida  a imprensa  local.

O vereador Roque Pereira (PT do B), foi irônico sobre o assunto: “diferente da maioria da população, o delegado Fábio Lordello não está muito vulnerável à violência, visto que ele porta uma pistola .40, anda com um carro padronizado da Polícia Civil, enfim, tem segurança. Não é um cidadão comum que fica exposto a tudo e a todos”.

Para o parlamentar, o delegado – antes de criticar vereadores – deveria procurar resolver os problemas das delegacias. “A moto de minha sobrinha foi tomada de assalto a menos de 500 metros da 4ª Companhia da Polícia Militar. Não havia viaturas para perseguir os assaltantes, então, fomos prestar a queixa numa delegacia. Chegando lá, precisamos passar um documento via fax. Para nossa surpresa, um policial disse que há mais de 30 dias o aparelho de fax estava desativado por falta de bobina”, lamentou Roque Pereira.

Ele acrescentou também: “quase não discursamos sobre o setor de Saúde, visto que o Estado, mesmo capengando ainda desenvolve políticas públicas voltadas à Saúde, no entanto, Segurança Pública na Bahia é brincar de fazer segurança. Um governador que tinha 42 milhões de reais para investir nessa área e só gastou 10,59% desse valor é porque ele não quer melhorar o setor de Segurança Pública”, observa.

Roque Pereira disse ainda que os distritos de Ipuaçu e Jaíba não dispõem de viaturas porque os veículos, que faziam à segurança da zona rural, estão servindo a Policia Militar na zona urbana de Feira de Santana, sobretudo, na 4ª Companhia. “Alguns policiais estão cumprindo o plantão dentro da Companhia porque não tem viaturas. Também faltam armas, munição e coletes”, informou.

Em consonância com o pronunciamento de Roque Pereira, o vereador Lulinha declarou: “tanto é que está faltando viaturas na cidade que o prefeito Tarcízio Pimenta resolveu locar 8 carros para a Polícia Militar, com o objetivo de melhorar o policiamento nos distritos”. Na opinião de Lulinha, se a Câmara Municipal não denunciar assuntos de interesses da comunidade, a população irá dizer que os vereadores são coniventes.

De acordo com o vereador Ewerton Carneiro – Tom) – (PTN), o delegado Fábio Lordello está equivocado, quando afirma que o discurso de alguns vereadores é vazio. “Vazia está é a delegacia, sem policiais e sem estrutura. Quem está vazia é a Segurança Pública, visto que o índice de violência aumentou. Salvador já registra 28 homicídios por dia. Por sua vez, em Feira de Santana morrem dois a três pessoas, devido à criminalidade. Como é que nossa denúncia aqui é vazia?”.

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 112592 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]