O paraíso é logo ali… Vale do Capão-Bahia

Juarez Duarte Bomfim é sociólogo e mestre em Administração pela Universidade Federal da Bahia (UFBA), doutor em Geografia Humana pela Universidade de Salamanca, Espanha; e professor da Universidade Estadual de Feira de Santana.(UEFS).
Juarez Duarte Bomfim é sociólogo e mestre em Administração pela Universidade Federal da Bahia (UFBA), doutor em Geografia Humana pela Universidade de Salamanca, Espanha; e professor da Universidade Estadual de Feira de Santana.(UEFS).
Juarez Duarte Bomfim é sociólogo e mestre em Administração pela Universidade Federal da Bahia (UFBA), doutor em Geografia Humana pela Universidade de Salamanca, Espanha; e professor da Universidade Estadual de Feira de Santana (UEFS).
Juarez Duarte Bomfim é sociólogo e mestre em Administração pela Universidade Federal da Bahia (UFBA), doutor em Geografia Humana pela Universidade de Salamanca, Espanha; e professor da Universidade Estadual de Feira de Santana.(UEFS).

Os espanhóis usam um bonito termo para expressar o amor que cultivamos pela nossa pátria afetiva, aquele rincão especial que adoramos viver ou ter vivido, mesmo que dele estejamos temporariamente distantes. Distante… como? Se a carregamos no coração?   Cada um de nós tem a sua “patria chica”, independente de ser ou não nativo daquele lugar. Não importa: é a terra que escolhemos como nosso paraíso terrenal.    Perguntamo-nos: qual a nossa “patria chica”? Já elegi a minha. Assim também o fez o dublê de mestre-aprendiz yogue e pousadeiro Flavio Fucs, ao fincar âncoras nas Terras do Poente, Vale do Capão, Chapada Diamantina, Bahia.

O Amigo Flavio Fucs, apesar de graduado em psiquê humana, desde tenra idade preferiu seguir a carreira paterna, e isto o forçou a passar duas preciosas décadas da sua vida num ambiente fechado e artificial de sofisticado Shopping Center de Salvador, numa espécie de cárcere de luxo.   Comerciando luxuosos tapetes persas e requintados artigos decorativos, pouco via a luz do sol, iluminado por artificial luz fosforescente e em ambiente aclimatado por aparelhos condicionadores de ar.   Mas Flavio Fucs tinha uma quimera, um sonho: conquistar a sua telúrica liberdade, e se planejou para isto: sete e mais sete longos anos…   E aqui faço um parêntese: como semita-soteropolitano, Fucs se inspirou na determinação do personagem bíblico Jacó, aquele que laborou por sete anos para casar com a sua amada Raquel, filha de Labão.   Labão, patriarca zeloso com suas filhas, lhe oferece Lia, irmã mais velha de Raquel.

Mas Jacó não esmorece, e mais sete anos serve a Labão para poder casar com a amada Raquel.   Assim, Fucs comprou promissor terreno de 40 hectares no Vale do Capão, e ali começou a edificar pedra sobre pedra a sua belíssima moradia e pousada para privilegiados hóspedes, a Terras do Poente.   Deu adeus ao shopping e bradou o seu grito de liberdade ao inaugurar a Pousada Terras do Poente e passar a viver no meio das flores.   A Terras do Poente funciona há três anos, e conta com seis encantadores chalés para recebimento de visitantes. Nas frias noites serranas, é possível ao hóspede se aquecer em funcionais lareiras abastecidas com madeira aromática.   Todos os chalés são ornados com confortáveis tapetes persas, herança da antiga atividade de mercador asiático-baiano.   É muito chique ao acordar começar o dia com o pé direito tocando tão requintados tapetes.   O café da manhã na tão encantadora pousada vale um destaque especial. Agora erigido em Chef de Cuisine, Flavio Fucs, o que dorme com as galinhas e acorda com o canto dos passarinhos, vai às cinco da manhã coordenar pessoalmente o feitio de lauta refeição, recomendável aos hóspedes trilheiros das serras da Chapada.   No menu flaviofucsiano recomendamos ao preclaro visitante degustar deliciosas iguarias com surpreendentes nomes de broschetta, crostata, tortilla, pasta frolla e prosaico pão integral caseiro.   Ao voltar de exaustiva caminhada, o distinto hóspede poderá saciar a sua fome e repor energias degustando uma saborosa lasagna de berinjela com molho caseiro acompanhado de apetitoso gratinado de couve-flor.   Mas se o ilustre conviva não for um convicto vegetariano como o anfitrião estalageiro, basta solicitar previamente que poderá saborear qualquer comida – kosher ou não-kosher – como suculentas costelas de porco ou uma big feijoada.   A Pousada Terras do Poente está situada estrategicamente às margens da Estrada Palmeiras-Capão, após 500 metros da ponte sobre o Riachinho e dois quilômetros antes da subida para a Cachoeira da Fumaça.

O imponente Morrão (Monte Tabor) domina soberano a grandiosa paisagem.   Faltará tinta ao papel ou bytes no computador se eu for listar os infinitos locais de visitação do Vale do Capão e circunvizinhança. Por isso, destacarei apenas dois, na proximidade das Terras do Poente.   Sob o modesto nome de Riachinho, cujo curso d’água passa até despercebido aos marinheiros de primeira viagem, se esconde um majestoso complexo de cachoeiras que se prolonga serra abaixo. Visite.   Ah e que dizer da Catedral da Chapada Diamantina, logo ali, a Cachoeira da Fumaça, sobre a montanha de pedra? Originalmente conhecida como a mitológica Queda Glass da minha infância, tive oportunidade de visitá-la pela primeira vez nos anos 1990, com nossa filha bebê ao colo, ajudados por prestativa mula, em dia de aventura. V

isita mais que obrigatória.   Todos esses esplendorosos passeios requerem o apoio de um guia, verdadeiros anjos da guarda por íngremes montanhas, grandes cachoeiras e grutas profundas. Recomendo ao recém trilheiro da Chapada contactar o guia turístico e condutor de visitantes Léo Cavalcante, especializado em trilhas curtas e longas – pelo Vale do Paty, por exemplo.   No mais… desfrutem. O paraíso é logo ali: Vale do Capão, Chapada Diamantina – Bahia.

Pousada Terras do Poente Site: www.terrasdopoente.net E-mail: [email protected] Telefones: 71 9998-5517 /  75 3344-1054

Guia Turístico e Condutor de Visitante:  Léo Cavalcante E-mail: [email protected] Telefone: 75 3344-1027

Juarez Duarte Bomfim
Sobre Juarez Duarte Bomfim 740 Artigos
Baiano de Salvador, Juarez Duarte Bomfim é sociólogo e mestre em Administração pela Universidade Federal da Bahia (UFBA), doutor em Geografia Humana pela Universidade de Salamanca, Espanha; e professor da Universidade Estadual de Feira de Santana (UEFS). Tem trabalhos publicados no campo da Sociologia, Ciência Política, Teoria das Organizações e Geografia Humana. Diversas outras publicações também sobre religiosidade e espiritualidade. Suas aventuras poético-literárias são divulgadas no Blog abrigado no Jornal Grande Bahia. E-mail para contato: [email protected]